Série C: Na lanterna do Grupo B, Bruno Quadros deixa o Duque de Caxias

Decisão foi tomada após derrota para o Resende, quarta-feira, pela Copa Rio

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 28 (AFI) – Em situação difícil na Série C do Campeonato Brasileiro, o Duque de Caxias ganhou mais um problema para o restante da competição. Faltando apenas seis rodadas para o término, o técnico Bruno Quadros, em comum acordo com a diretoria, optou por deixar o clube.

O comandante pediu para sair do clube após a derrota para o Resende por 1 a 0, nesta quarta-feira, na estreia da Copa Rio. Bruno Quadros deixa o Duque com o retrospecto de oito jogos disputados, sendo apenas uma vitórias, dois empates e cinco derrotas, somando 23% de aproveitamento.
Bruno Quadros não é mais treinador do Duque de Caxias

A decisão foi sacramentada em uma conversa entre o comandante e Luiz Henrique Oliveira, representante da empresa que gerencia o futebol do Duque. Durante a reunião. Bruno Quadros se mostrou insatisfeito com alguns pontos não revelados e deixou o cargo nas mãos do diretor. Além do treinador, deixam o clube o preparador físico Márcio Camacho e o assistente técnico Jean Fran.

Sem Bruno Quadros, o Duque de Caxias vai atrás do sexto técnico para o restante da temporada. Além dele, Alexandre Gama, Cesar Diniz, Sergio Farias, Eduardo Allax e Mario Junior já passaram pelo Tricolor da Baixada.

Após a derrota na estreia da Copa Rio, o Duque de Caxias volta às atenções para tentar se livrar do rebaixamento na Série C. Lanterna do Grupo B com seis pontos, o Tricolor volta à campo no próximo sábado, em casa, contra o Guaratinguetá, pela 13ª rodada.