Na lanterna, técnico campeão mundial pede demissão do Duque de Caxias

O técnico comandou o time em cinco rodadas, com quatro derrotas e um empate

por Agência Futebol Interior

Duque de Caxias, RJ, 31 (AFI) - A passagem de Valdir Espinosa (foto) pelo Duque de Caxias acabou na tarde deste domingo. Em seu Twitter, o veterano treinador confirmou que não faz mais parte da comissão técnica do time carioca, que está na lanterna da Série B.

"Desde hoje à tarde não faço mais parte da comissão técnica do Duque de Caxias", publicou o treinador em seu microblog. Em conversas com seus seguidores, Espinosa afirmou que a decisão partiu de vontade própria e em seguida foi aceita pela diretoria do Duque.

Campeão mundial em 1983 como treinador do Grêmio, Valdir Espinosa ficou apenas cinco jogos no comando do Duque de Caxias, com uma campanha de quatro derrotas, sendo a última para o Goiás, por 3 a 2, na última sexta-feira, e apenas um empate.

A diretoria do time carioca ainda não definiu o novo treinador. bem provável que Caco Espinosa, sobrinho e auxiliar de de Valdir, seja o treinador do time carioca na partida contra o Bragantino, na próxima terça-feira, em Bragança Paulista.

Valdir Espinosa foi o segundo treinador do time carioca na disputa da Série B. Alfredo Sampaio começou treinando o time, mas logo foi demitido. Esta é a nona troca de treinador da Série B do Campeonato Brasileiro, o que dá uma média de pouco mais de um técnico demitido a cada duas rodadas.

 
 
" />