Guarani x Ponte Preta - Um dérbi que já entrou para a história!

A partida desta segunda-feira corre o risco de não acontecer se o Paulistão for paralisado

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 15 (AFI) - Dois clubes centenários do futebol brasileiro, Guarani e Ponte Preta, fazem nesta segunda-feira, a partir das 20 horas, o Dérbi 196.

Um clássico campineiro que já entrou para a história antes mesmo da bola rolar, como sendo o primeiro sem torcida. Os portões do estádio Brinco de Ouro da Princesa vão estar fechados por determinação da secretaria municipal de saúde.

Existe ainda na cidade a apreensão de que o duelo nem seja disputado. Ele encerraria a 10.ª rodada do Campeonato Paulista.

A direção da Federação Paulista de Futebol (FPF), organizadora da competição, vai reunir todos seus filiados nesta segunda-feira para tomar medidas em relação à crise geral causada pelo COVID-19, o novo coronavírus.

DÉRBI NA RÁDIO FI
Este duelo campineiro vai ter uma programação especial da Rádio Futebol Interior. Às 13 horas vai acontecer o Balançando a Rede.

A equipe vai trabalhar no jogo diretamente a partir das 19 horas, com a abertura da Jornada Esportiva. Depois, a partir das 20 horas, a super-transmissão do dérbi. Veja mais Detalhes !

PROTESTO
Mandante do jogo e com direito de só colocar seus torcedores nas arquibancadas, o Guarani não gostou da decisão das entidades sanitárias. Mesmo porque já tinha vendido perto de dez mil dos pouco mais de 16 mil ingressos disponíveis.

Guarani pode encaminhar a classificação em caso de vitória
Guarani pode encaminhar a classificação em caso de vitória

Após esta decisão, a direção do bugrina protestou alegando prejuízo financeiro e técnico. Considerou a medida preventiva como ‘precipitada”.

O presidente Ricardo Miguel Moisés até ameaçou ir na Justiça para garantir a presença dos seus torcedores.

OS NÚMEROS
O equilíbrio do dérbi se dá dentro de campo. Em 195 jogos, foram 66 vitórias do Guarani, 64 da Ponte e 64 empates. Ainda existe um jogo que o resultado é considerado desconhecido.

A Macaca, como é chamada a Ponte Preta, ainda defende um tabu de sete anos sem perder para o rival. Desde o 3 a 1 pela semifinal do Paulistão de 2012, foram seis jogos com quatro vitórias alvinegras e um empate do Bugre, como é chamado o Guarani.

MISTÉRIO AQUI...
Como é normal em dérbis, os dois times isolaram seus elencos e os técnicos fazem mistério. O Guarani levou seus jogadores para um hotel de Jaguariúna, vizinha de Campinas. Neste domingo, o treino recreativo contou, inclusive, com a presença do ex-atacante Careca.

O técnico Thiago Carpini, ganhou duas novas opções liberadas pelo departamento médico: o lateral esquerdo Bidu e o meia Lucas Crispim. O primeiro deve ocupar a vaga de Thallyson, enquanto o segundo deve ficar apenas como opção no banco de reservas.

OLHE O BUGRÃO !
Seguindo a tradição, Carpini deixou dúvidas na defesa e no meio-campo. No setor defensivo, cogitou a entrada de Romércio para que Bruno Silva reforçasse a marcação no meio, atuando como uma espécie de terceiro zagueiro. Também cogitou as entradas do volante Ricardinho e de Lucas Crispim.

“Realmente eu ganhei novas opções e todo mundo quer entrar neste jogo. Por isso, ainda não defini estas situações” – despistou Carpini. Mas a tendência é só mesmo confirmar a volta de Bidu, que era titular antes de se machucar.

A Ponte Preta precisa da vitória para deixar a zona de rebaixamento
A Ponte Preta precisa da vitória para deixar a zona de rebaixamento

... MISTÉRIO ALI
A Ponte Preta também isolou seu grupo na cidade de Itu. Lá o técnico João Brigatti priorizou a parte psicológica, por entender que na parte técnica ele dispõe de poucas opções.

Mas aprovou a formação tática 4-4-2 utilizada na vitória por 3 a 0 em cima do Afogados-PE, quinta-feira passada pela terceira fase da Copa do Brasil.

“Eu gosto de escalar três atacantes, de jogar para a frente. Mas estou analisando as situações antes de confirmar a escalação. Como é um jogo importante, nós vamos pensar um pouco mais antes de confirmar a escalação” – explicou Brigatti, também adotando o mistério como sua arma.

OLHE A MACACA!
Em termos práticos, o provável é a repetição do mesmo time do último jogo. Os volantes – Dawham e Bruno Reis – ficariam com a missão de marcar, deixando para o jovem Vinícius Zanocelo dividir com João Paulo a função de armar as jogadas.

Na frente, ao invés de três atacantes, fórmula usada mito nesta temporada, serão apenas dois atacantes: o veterano Roger, como referência, e Alison Safira pela beirada.

PREOCUPAÇÃO
Mesmo com portões fechados, a Polícia Militar promete reforçar a segurança nos arredores do Brinco de Ouro. É que sempre são registrados conflitos entre os torcedores, principalmente aqueles ligados às torcidas organizadas.

No sábado, houve um confronto entre bugrinos e pontepretanos na Avenida Ayrton Senna, que separa os estádios Brinco de Ouro do Moisés Lucarelli, distantes por 800 metros. A confusão envolveu mais de 150 torcedores. Não houve registro de lesões graves, nem de presos.

Rádio Futebol Interior vai ter grande audiência
Rádio Futebol Interior vai ter grande audiência

RÁDIO FUTEBOL INTERIOR

Este jogo vai ser transmitido pela Rádio Futebol Interior. Uma transmissão inédita: um narrador para os lances do Guarani e outro para os lances da Ponte Preta. São dois narradores simultaneamente acompanhando o Dérbi 196.

A narração vai ser de Gustavo Marques (Guarani) e Carlos Corsato (Ponte Preta). Comentários de Luis Fabiani e Tiago Caetano. As reportagens com Lucas Lemes (Guarani) e Wendel Coral (Ponte Preta).
A ancoragem será de Marcelo Corsato.

TORCEDOR PODE INTERAGIR
O ouvinte vai poder conferir a transmissão em vídeo e áudio pelo FACEBOOK na Página do Futebol Interior e também interagir com a equipe da Rádio FUTEBOL INTERIOR pelo próprio FACEBOOK.

PARA ACESSAR A RADIO FUTEBOL INTERIOR BASTA CLICAR NO LINK :

https://m.futebolinterior.com.br/radio

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
10ª rodada
Data
16/03/2020
Horário
20h00
Local
Brinco de Ouro da Princesa - Campinas (SP)
Árbitro
Salim Fende Chavez

Renda
Não houve
Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Público
Não houve
Cartões Amarelos
Guarani: Lucas Abreu, Pablo , Eduardo Person
Ponte Preta: Roger , Yuri , João Paulo, Vinícius Zanocelo

Cartões Vermelhos
Ponte Preta: Roger
Gols
Guarani: Júnior Todinho 10' 2T, Juninho Piauiense 35' 2T, Thallyson 43' 2T
Ponte Preta: Alisson 41' 1T, Roger 45' 1T
Guarani
Jefferson Paulino;
Cristovam (Rafael Costa), Leandro Almeida, Romércio e Thallyson;
Lucas Abreu, Eduardo Person (Marcelo) e Lucas Crispim;
Giovanny (Juninho Piauiense), Pablo e Júnior Todinho
Técnico: Thiago Carpini.
Ponte Preta
Ivan;
Jeferson, Alisson, Henrique Trevisan e Yuri (Cleber Reis);
Dawhan, Bruno Reis (Apodi), Vinícius Zanocelo e João Paulo;
Alisson Safira (Bruno Rodrigues) e Roger
Técnico: João Brigatti.