Série B: Cuiabá encaminha saída de ex-Ponte após discussão com treinador

Hugo Cabral sequer participou do treinamento realizado pelo elenco nesta quinta-feira

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 22 (AFI) - Hugo Cabral está com os dias contados no Cuiabá. Após se desentender com o técnico Itamar Schülle na última terça-feira, o atacante de 30 anos vai ser devolvido para o Tombense, que é dono dos seus direitos econômicos.

Como ganhou do Figueirense por W.O na última terça-feira, o Cuiabá realizou um treinamento ainda no gramado da Arena Pantanal e Hugo Cabral não gostou de uma entrada do lateral Jonas e xingou o companheiro. Foi aí que começou o desentendimento com Itamar Schülle.

O atacante Hugo Cabral não vai continuar no Cuiabá para a sequência da Série B
O atacante Hugo Cabral não vai continuar no Cuiabá para a sequência da Série B

O treinador chamou Hugo Cabral para conversar, mas o atacante não gostou da cobrança e iniciou um bate-boca. O preparador físico Carlos Gamarra ainda tentou colocar panos quentes, sem sucesso. Irritado, Itamar Schülle deixou claro que não gostaria mais de trabalhar com o jogador.

O problema é que Hugo Cabral não pode mais defender nenhum clube na sequência da temporada, pois já fez três transferências - Tombense, Ponte Preta e Cuiabá. Esse é o limite de acordo com o regulamento geral de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Contratado ainda no início da Série B depois de deixar a Ponte Preta insatisfeito por não estar sendo muito aproveitado, Hugo Cabral não se firmou entre os titulares do Cuiabá e fez apenas um gol em 11 jogos. O atacante tem passagens ainda por CSA, América-MG, Luverdense, Bahia, Joinville, Náutico e Ceará, entre outros.