Série C: Tarcísio Pugliese agradece convite do Cuiabá, mas segue no mercado

Treinador da nova geração, neste momento, não pôde aceitar o convite do campeão estadual

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 14 (AFI) - O técnico Tarcísio Pugliese (foto) tinha o perfil desejado pela diretoria do Cuiabá. O clube mato-grossense até fez uma proposta ao treinador da nova geração após a saída de Roberto Fonseca. Tarcísio Pugliese agradeceu o convite do campeão estadual, mas por alguns motivos precisou recusar a proposta.

"Tinha muita vontade de ir, mas por alguns detalhes acabou não dando certo. Desejo muita sorte ao clube na Série C e quero agradecer muito a diretoria através do Cristiano Dresch e do presidente Aron Dresch que são pessoas da melhor índole e pessoas sérias. Quem sabe um dia possamos ter esse privilégio de dirigir esse clube tão tradicional do futebol brasileiro", disse Tarcísio Pugliese ao site Grande Área.

Ainda no mercado, o treinador segue em busca de um novo clube e não para. Entre tantas tarefas, ele achou tempo para ser um dos palestrantes no Curso para Treinadores de Futebol realizado pelo Sindicato dos Treinadores de Futebol Profissional do Estado de São Paulo (SITREFESP). Ao lado do auxiliar Leandro Spínola, Tarcísio Pugliese falou sobre Organização e Transição Ofensiva. O treinador elogiou o curso e a iniciativa do SITREFESP. Além de palestrar, ele pôde trocar experiência com diversos treinadores.

"O futebol exige que você esteja sempre atualizado e no ritmo frenético do esporte. É preciso trabalhar muito mesmo quando está sem clube. Estou bem e preparado para os próximos desafios. As divisões do Brasileirão estão aceleradas e tenho certeza que posso colaborar. Espero ter novidades nos próximos dias", completou.

Mais de Tarcísio Pugliese!

Formado em Educação Física e Medicina Desportiva pela renomada Unicamp, Pugliese começou sua carreira no futebol em 1999, trabalhando como auxiliar técnico, nas categorias de base da Ponte Preta. Posteriormente, rodou alguns clubes do Brasil, na função de preparador físico, até 2006, como estreou como técnico no Guaçuano, de São Paulo.

Dentre as conquistas, estão dois títulos estaduais com a Luverdense, em 2007 e 2009. Em 2014, ele ainda foi campeão, pelo Icasa, da Taça Padre Cícero. Mas foi no Ituano que o jovem treinador se encontrou. Tarcísio Pugliese chegou ao Ituano em 2014 para disputa da Série D do Brasileiro e realizou uma grande campanha, chegando às oitavas de final ao ser eliminado nos pênaltis, no Maranhão, diante do Moto Club.

Em 2015 manteve o clube na elite do paulista ficando na 11ª posição, além de chegar à final da Copa Paulista após 13 anos, ficando com vice-campeonato. No mesmo ano realizou sua melhor campanha na Copa do Brasil e chegou às oitavas de final.

Já em 2016 o treinador teve seu contrato renovado pela diretoria do Ituano e realizou boa campanha no Paulistão (10ª posição), apenas a um ponto das quartas de final. Já no Brasileiro da Série D chegou às quartas de final. Em 2017, o treinador iniciou o Paulistão e deixou o clube na 10ª posição da classificação geral e, de quebra, se tornou o técnico que mais dirigiu o clube com 87 jogos oficiais.