Titular com Felipão, volante entra na Justiça para rescindir com o Cruzeiro

Clube mineiro está com dois meses de salários atrasados, além de não ter pago o 13º aos jogadores

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 12 (AFI) - O garoto Jadsom Silva foi um dos poucos que se salvaram na campanha do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. Titular com Luiz Felipe Scolari, o volante mostrou insatisfação com os atrasos salariais e entrou na Justiça para rescindir seu contrato.

Jadsom Silva faltou ao treino de segunda-feira. A diretoria do Cruzeiro não deu explicações. Agora, sabe-se que o jogador procurou a 42ª Vara do Trabalho para rescindir seu contrato. A ação corre em sigilo e não se sabe qual o valor pedido pelo volante.

Disputa na Justiça. (Foto: Bruno Haddad/ Cruzeiro)
Disputa na Justiça. (Foto: Bruno Haddad/ Cruzeiro)

O Cruzeiro, não é de hoje, vive uma forte crise financeira. O clube mineiro está com dois meses de salários atrasados, além de não ter pago o 13º aos jogadores. Jadsom sempre mostrou insatisfação com a situação e, agora, resolveu buscar seus direitos.

OUTRO CASO!

Aos 19 anos, Jadsom Silva foi contratado junto ao Sport e realizou 27 jogos na Série B. A ação de Jadsom é mais uma para o Cruzeiro resolver. O zagueiro Dedé também entrou na Justiça e pede R$ 35 milhões ao clube mineiro. Ele, porém, teve a ação negada pela Justiça.

Nesta terça-feira, a diretoria da Raposa confirmou a saída do atacante Arthur Caíke que foi anunciado pelo Kashima Antlers, do Japão. A rescisão de contrato foi amigável.

Contratado junto ao Al-Shabab, da Arábia Saudita, em agosto, Arthur Caíke fez 25 jogos pela Raposa e anotou quatro gols. Assim como estava no clube mineiro, o atacante foi emprestado pelo clube saudita ao Kashima Antlers.

O Cruzeiro voltará a campo nesta quarta-feira, às 21h30, quando receberá o lanterna Oeste no Independência, em Belo Horizonte, pela 34ª rodada da Série B. A Raposa ocupa o 12º lugar com 44 pontos, a oito do G4.