Mineiro: Depois de vitória, jogadores do Cruzeiro acham eliminação injusta

Autor do único gol do jogo, o meia Régis acha que o time merecia ter marcado os três gols necessários para chegar às semifinais

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 30 (AFI) - Os jogadores do Cruzeiro acharam injusta e eliminação do clube das quartas de final do Campeonato Mineiro, algo que não acontecia desde 1957. Após a vitória por 1 a 0 sobre a Caldense, a Raposa termino em quinto lugar, deixando a quarta vaga justamente para o time de Poços de Caldas.

O time celeste precisava ter vencido por três gols de diferença para superar o rival no saldo de gols – 9 a 6. Não deu. Autor do único gol do jogo, o meia Régis acha que o time merecia ter marcado os três gols necessários para chegar às semifinais, porque teve chances para isso.

Depois de vitória, jogadores do Cruzeiro acham eliminação injusta
Depois de vitória, jogadores do Cruzeiro acham eliminação injusta
"Nós marcamos um gol e depois tivemos chances para marcar o segundo e o terceiro. Infelizmente, isso não aconteceu. Acho que o gramado ruim atrapalhou um pouco", lamentou.

FOCO NA SÉRIE B
O atacante Marcelo Moreno procurou tranquilizar a comissão técnica, minimizando as dores sentidas na região lombar no primeiro tempo, quando pediu para ser substituído.

"O campo está muito duro e comecei a sentir dores. Por isso, achei melhor pedir para sair para não agravar, porque a gente está voltando e um longo período de inatividade", comentou.

Nos bastidores, a diretoria praticamente confirmou a contratação do lateral-direito Daniel Guedes, emprestado pelo Santos sem custo. Só falta definir o período de contrato, que deve se estender até dezembro de 2021. O jogador deve assinar contrato nesta quinta-feira, porque já está em Belo Horizonte. Ele será mais uma opção para a posição juntamente com o paraguaio Raúl Cáceres