Mineiro: Próximo de artilheiro, Cruzeiro rescinde com promessa

Éderson chegou a um acordo com a diretoria celeste e retirou a ação contra o clube

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 11 (AFI) - Enquanto uns estão chegando, outros estão de saída da Toca da Raposa. Próximo de anunciar o retorno do atacante Marcelo Moreno, o Cruzeiro rescindiu com o volante Éderson.

Contratado em 2018 junto ao Desportivo Brasil, o jogador de 20 anos foi promovido ao elenco profissional na temporada passada e se destacou apesar da campanha que culminou com o rebaixamento inédito no Brasileirão.

Éderson assinou a rescisão com o Cruzeiro nesta terça-feira (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Éderson assinou a rescisão com o Cruzeiro nesta terça-feira (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Em janeiro deste ano, Éderson havia acionado o Cruzeiro na Justiça cobrando R$ 2 milhões por conta de salários atrasados, direitos de imagem, férias, 13º e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Na semana passada, o departamento jurídico do clube acabou chegando a um acordo com os empresários de Éderson. Assim, o volante retirou a ação e o Cruzeiro acabou rescindindo seu contrato que iria até agosto de 2023.

TÁ PERTO!
Nos próximos dias, o Cruzeiro deve oficializar a chegada do experiente atacante Marcelo Moreno, que já defendeu o clube em outras duas oportunidades ao longo da sua carreira.

Aos 32 anos, Marcelo Moreno já acertou as bases salariais e o tempo de contrato com a Raposa. Resta apenas a liberação do Shijiazhuang Ever Bright, da China.

O atacante se mostrou disposto a abrir mão de R$ 43 milhões que receberia até o fim do seu contrato com o Shijiazhuang Ever Bright por conta da epidemia causada pelo coronavírus da China.