Dirigente "pop star" acerta com clube inglês, mas ajudará Cruzeiro por "gratidão"

Ele irá trabalhar de graça no Cruzeiro até conseguir seu visto de trabalho

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 06 (AFI) - O Cruzeiro não terá a volta de Alexandre Mattos em 2020. O executivo "pop star" irá trabalhar no Reading FC, clube da segunda divisão do futebol inglês. Mas ainda assim, Mattos ajudará, por "gratidão", a Raposa enquanto resolve os problemas burocráticos da mudança para a Inglaterra.

Pedro Lourenço, gestor do departamento de futebol do Cruzeiro, aliás, já deu acrta branca ao dirigente que estava sem clube desde a saída do Palmeiras. Mattos irá trabalhar de graça no Cruzeiro até conseguir seu visto de trabalho. A missão do "pop star" não será nada fácil no clube mineiro.

Trabalho de graça. (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
Trabalho de graça. (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
Com muitos problemas financeiros e na Série B do Brasileiro após o rebaixamento no ano passado, o Cruzeiro está passando por uma profunda reformulação dentro e fora de campo. O teto salarial do elenco, por exemplo, será de R$ 150 mil. Na Inglaterra, ele pegará o 14º colocado da segunda divisão.

Na Raposa, Alexandre Mattos conquistou dois Brasileiros (2013 e 2014) e um Mineiro (2014). Ao final de 2014, se transferiu para o Palmeiras e faturou mais dois Brasileiros (2016 e 2018) e uma Copa do Brasil (2015). O dirigente deixou o Verdão na reta final do Brasileirão do ano passado após muitas críticas da torcida.