Apesar da má fase, Robinho exalta 'ambiente mais alegre' e semana do Cruzeiro

O elenco vem tendo mais tempo para trabalhar com o técnico Abel Braga, que estreou na última partida

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 04 (AFI) - Apesar de o Cruzeiro estar apenas na 17.ª colocação, o primeiro time na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o meia Robinho considera que o ambiente no clube é bom para o jogo deste sábado, às 21 horas, contra o Internacional, no Mineirão, pela 23.ª rodada, após uma semana de trabalho do técnico Abel Braga.

"O ambiente está mais alegre, mais solto. Acho os tipos de trabalho do Abel diferentes dos do Rogério, não vamos falar do trabalho de um e de outro, mas é diferente. Bem diferente, na verdade. Você tem que entender mais ou menos o estilo da sua equipe, o estilo do seu elenco. E o nosso elenco é mais para o lado dos trabalhos do Abel, neste momento. Ele entendeu isso e conseguiu colocar em prática esses trabalhos, que eu acho que nos ajudaram. Espero que realmente possa ter ajudado e que, no sábado, isso possa fazer a diferença", afirmou o jogador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Depois de o time viver períodos turbulentos no mês passado, que culminaram na demissão do técnico Rogério Ceni, Robinho aposta na união do grupo para tirar a equipe dos últimos lugares do Brasileirão. Depois do confronto deste sábado, o time terá pela frente o Fluminense, na quarta-feira, no Mineirão, e no domingo seguinte o desafio será diante da Chapecoense, em Chapecó.

"O ambiente não pode estar maravilhoso nessa situação. Mas, está bom. A gente está feliz, estamos unidos, para sairmos dessa situação. Esperamos que essa união dos jogadores, com o apoio do torcedor, que eu tenho certeza que vai ter neste sábado, a gente possa vencer para dar uma aliviada e ter mais confiança para as outras partidas", disse Robinho, que aproveitou para fazer um balanço da semana no clube.

"Começou difícil contra o Goiás. Um jogo que a gente não esperava nunca perder. Acho até que fizemos um grande jogo, tomamos um gol em uma finalização errada para o gol. Depois teve a parte da torcida, que eu também entendo, faz parte do futebol. Não foi muito bem uma cobrança, foi mais um apoio, eles vieram conversar. Saíram muitas coisas diferentes do que realmente aconteceu. A semana foi muito boa de trabalho, foi uma das melhores semanas dos últimos meses. A gente espera levar tudo o que aconteceu desde terça para dentro do jogo", projetou.

TREINO
Abel Braga orientou, nesta sexta-feira à tarde, o último treino antes do jogo contra o Internacional. A principal novidade foi Pedro Rocha, liberado para treinar, após passar dez dias em tratamento de uma pancada no tornozelo esquerdo sofrida contra o Ceará. Poderá ser opção nos próximos jogos.

Abel não revelou quem será o substituto do volante Henrique, que cumpre suspensão. Ariel Cabral e Jadson brigam pela vaga. Outra novidade pode ser Fred. Campeão brasileiro em 2012 sob o comando de Abel, pelo Fluminense, o atacante pode jogar pela primeira vez com o treinador no Cruzeiro.

Uma provável escalação do Cruzeiro para domingo é a seguinte: Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Ariel Cabral (Jadson), Éderson, Robinho e Thiago Neves; David e Fred.

Mesmo que vença o Internacional, o Cruzeiro não vai sair da zona de rebaixamento do Brasileirão, pois o Fluminense, que tem três pontos a mais na classificação, soma seis vitórias na competição, contra apenas quatro do time mineiro.