Jogadores do Cruzeiro despistam torcida em 3º dia seguido de protestos

Os jogadores usaram outra entrada do CT Toca da Raposa para evitar o tumulto de cerca de 50 integrantes de torcidas organizadas

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 10 (AFI) - O clima segue muito tenso na Toca da Raposa. Com protestos da torcida, que promete fazer isso até o fim da temporada, os jogadores do Cruzeiro usaram outra entrada do CT Toca da Raposa para evitar o tumulto de cerca de 50 integrantes de torcidas organizadas.

TENTATIVA DE INVASÃO

Depois que os jogadores entraram, os torcedores tentaram invadir o local, mas foram parados por seguranças do clube e também pela Polícia Militar. O lateral Egídio não conseguiu evitar o protesto e parou para conversar.

Uma das faixas dizia: "A ronda vai passar nos baladeiros e acomodados". O líder da torcida salientou que o protesto também é contra a diretoria e não só contra os jogadores. Além, disso, deixou de fora o técnico Rogério Ceni, que chegou recentemente ao clube.

CLIMA TENSO

Com a ação desta terça, é o terceiro dia de protestos da torcida do Cruzeiro.

A situação piorou depois da goleada no domingo, quando o time perdeu por 4 a 1 para o Grêmio em Belo Horizonte.

TABELA E CLASSIFICAÇÃO

Com 18 pontos, a Raposa está na 16ª colocação, apenas uma fora do Z4. O time fecha o turno em São Paulo, onde encara o Palmeiras no estádio Allianz Parque às 19h do sábado.