Henrique exige mudança de postura no Cruzeiro: 'Alma e coração em cada momento'

Apesar da cobrança, o capitão admite que o duelo em Santa Catarina será muito difícil

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 09 - Acabou a paciência do capitão Henrique. Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, um dos líderes do elenco do Cruzeiro cobrou os companheiros para que a equipe consiga a vitória, domingo, na Ressacada, diante do Avaí, às 16 horas, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe só ganhou um dos 18 últimos jogos e tem um jejum de vitórias e de gols que já atinge oito partidas.

"Já vivemos momentos assim no Cruzeiro, claro que é delicado por todas as circunstâncias que nos encontramos, mas temos convicção e confiança de que tudo pode melhorar, que vamos fazer ainda mais para que as coisas melhorem. Temos de buscar a vitória já no domingo, não tem mais limite, é jogar para vencer. Temos em mente que temos de melhorar, mesmo com as mudanças", disse o jogador, de 34 anos, que soma 590 partidas com a camisa celeste, referindo-se principalmente à saída do técnico Mano Menezes, após a derrota (1 a 0) para o Internacional no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, quarta-feira, no Mineirão.

Henrique exige mudança de postura no Cruzeiro: 'Alma e coração em cada momento'
Henrique exige mudança de postura no Cruzeiro: 'Alma e coração em cada momento'
Apesar da cobrança, Henrique admite que o duelo em Santa Catarina será muito difícil. "Vai ser um jogo entre duas equipes em dificuldade, todo mundo querendo vencer. Então, vai ter muita disputa. E não tem jogo fácil, independentemente das circunstâncias. Temos de ser inteligentes."

OTIMISTA
Henrique demonstrou otimismo com o trabalho do técnico interino Ricardo Resende, mas voltou a exigir uma postura diferente do time durante a partida. "São só dois dias para se trabalhar a equipe que vai a campo. Ele está colocando os pontos que enxerga, estava acompanhando nosso time, sempre estava no Mineirão. E se está no Cruzeiro é porque tem competência. E nós temos de buscar o resultado. Temos de conciliar a fala com as ações. Se o discurso é de sair dessa situação, temos de colocar em prática, ter atitude, colocar alma, coração em cada momento."

Uma vitória é muito importante, pois o Cruzeiro está na zona de rebaixamento do Brasileiro, em 18º lugar, com apenas dez pontos. São duas vitórias, quatro empates e sete derrotas. O ataque fez nove gols e a defesa foi vazada 20 vezes. "Vencer lá trará tranquilidade para a semana de trabalho, nos dará a certeza que temos condições de reverter os momentos que os encontramos. Vamos lutar para retornar com os três pontos", disse Henrique.