Mineiro: Cruzeiro anuncia meia Jadson e lateral Orejuela

Os dois são os primeiros reforços do time mineiro para a temporada de 2019

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 04 (AFI) – Enquanto a situação de Arrascaeta não se decide, o Cruzeiro começa a se reforçar para a próxima temporada. Nessa sexta-feira, a Raposa anunciou os primeiros dois contratados: o lateral Orejuela e o volante Jadson.

O colombiano Luis Orejuela pertence ao Ajax, da Holanda, e chega por empréstimo de um ano. O jogador de 23 anos se destacou com a camisa do Deportivo Cali e foi contratado pela equipe holandesa, mas ainda não teve muitas oportunidades no futebol europeu.

Já Jadson, de 25 anos, começou a carreira no Botafogo e passou pela Udinese. De volta ao Brasil, defendeu Atlético-PR, Santa Cruz, Ponte Preta e, na última temporada, esteve no Fluminense.

Ao contrário de Orejuela, Jadson foi contratado em definitivo, com vínculo de três anos com o clube mineiro. Ele já treina com os novos companheiros, que iniciaram a pré-temporada.

Em vídeo publicado pelo clube nas redes sociais, o volante falou com a torcida e disse que tem o desejo de fazer história no clube.

“Já estou aqui com o uniforme azul. Minha expectativa esse ano é ajudar o Cruzeiro a conquistar títulos, fazer história e tornar ainda mais competitivo do que já é. Conto com o apoio de vocês. No que depender de mim, vai ser um ano muito feliz para nós todos”, disse.

"A torcida pode esperar um jogador versátil e com muita força de vontade em campo. Sou um atleta que se doa muito pelo time, pelo grupo e pela torcida", declarou o meio-campista de 25 anos, que foi elogiado pelo técnico Mano Menezes em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"Jadson é um jogador que a gente observou durante o ano, já tínhamos visto jogar pela Ponte Preta no ano anterior. É um jogador que pode fazer a terceira função, é um volante de mais saída, de mais chegada. A gente busca encontrar jogadores que possam dar maneiras diferentes de a equipe jogar. É um jogador de muita movimentação, de alta taxa de trabalho, hoje a gente procura jogadores que têm intensidade de trabalho maiores. Vejo com esses olhos as características dele", afirmou o treinador do Cruzeiro.

 
 
" />