Mano lamenta trabalho incompleto e admite sonho de voltar à seleção brasileira

O comandante não escondeu que ainda se sente incomodado pela saída repentina do comando da equipe

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 02 - Bicampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, o técnico Mano Menezes admite que ainda sonha em retornar à seleção brasileira para encerrar o trabalho interrompido em 2012, após passar dois anos no cargo. O treinador ainda lamenta a saída inesperada, quando preparava a seleção para a Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil.

"Não durmo e acordo pensando em ser técnico da seleção. Em minha última passagem por lá, o [então presidente da CBF] Ricardo Teixeira, que havia me indicado como treinador, saiu por questões que todos sabem, e Marco Polo Del Nero e José Maria Marin assumiram o comando da entidade e optaram pela minha saída", disse o treinador, em entrevista ao canal Fox Sports que vai ao ar à 0h, nesta madrugada de sábado para domingo.

Mano lamenta trabalho incompleto e admite sonho de voltar à seleção brasileira
Mano lamenta trabalho incompleto e admite sonho de voltar à seleção brasileira
Ele não escondeu que ainda se sente incomodado pela saída repentina do comando da equipe. "Acredito que faltou respeito como lidaram comigo", declarou Mano.

LEMBRANÇAS
Na conversa, o treinador de 56 anos relembrou sua trajetória profissional, momentos marcantes como a "Batalha dos Aflitos", vida na China e o atual trabalho com a equipe mineira. Mano revelou também que sua história no comando técnico cruzeirense poderia ter começado anos antes.

"Quando terminamos a temporada 2007 pelo Grêmio, recebi duas propostas de trabalho: do Corinthians, rebaixado para a Série B, e do Cruzeiro, que disputaria a Libertadores. A expectativa de ir para Belo Horizonte era de ser campeão. Pelo Corinthians, eu teria a oportunidade de montar um grupo, voltar para a Série A e brigar pelo título da Série B. Levei esses fatores em consideração quando aceitei o convite de treinar o Corinthians."

 
 
" />