Cruzeiro segue sonhando com Ricardo Goulart e descarta vender Dedé

A Raposa recusou recentemente também uma proposta mexicana pelo zagueiro Léo

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 08 (AFI) - Bicampeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro quer traçar metas maiores na temporada 2019. Para isso, a diretoria trabalha para reforçar o elenco ainda mais e o principal sonho continua sendo Ricardo Goulart, do Guangzhou Evergrande, da China. Ele vem se recuperando de uma lesão no joelho, tendo tratado nas dependências do Palmeiras, outro que quer sua contratação.

"O torcedor pode saber que eu tento contratar (o Ricardo Goulart) 365 dias no ano, uma hora vai dar certo. Já teve várias conversas. Ele tem também interesse em voltar para o Cruzeiro. Ele passou por uma cirurgia, uns 15 dias que ele fez cirurgia no joelho, não é nada grave, já conversei com o procurador dele. Mas ele tem os direitos econômicos e federativos presos a um time na China. E isso envolve uma cifra maior. E eu acredito que uma hora ele vai voltar para o Cruzeiro”, disse o vice-presidente Itair Machado à TV Recor.

O time chinês já avisou que não vai facilitar a venda de Goulart e pediu R$ 173 milhões, valor surreal para o futebol brasileiro. O jogador, de 27 anos, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, tem contrato até 2020.

Dedé deve seguir no Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Dedé deve seguir no Cruzeiro
DEDÉ
Por outro lado, o Cruzeiro tem sido procurado constantemente para negociar o zagueiro Dedé. No entanto, a diretoria já avisou que o defensor, um dos pilares da equipe, é inegociável, descartando assim abrir qualquer tipo de negociação. Ele tem 30 anos e contrato até 2021.

”O Dedé, o Cruzeiro não vende. Já avisei a ele e ao procurador, por dinheiro nenhum. O Dedé a gente não vende. (...) O Dedé tem um grande salário, é identificado com o Cruzeiro e enquanto eu for dirigente do Cruzeiro e o Wagner Pires for o presidente, a intenção nossa é não vender. A não ser que o jogador fale que quer ir embora”, completou.

 
 
" />