Libertadores: Egídio acusa árbitro uruguaio de 'zombar' do Cruzeiro após eliminação

Dedé voltou a ser personagem principal no jogo da última quarta-feira

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 05 (AFI) - A eliminação do Cruzeiro foi mais uma vez cercada de polêmica com a arbitragem. Além de anular um gol e um pênalti, o árbitro uruguaio Andrés Cunha teria zombado do lateral Egídio após o apito final do jogo. Com o empate por 1 a 1 dentro do Mineirão, o clube acabou eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores, já que perdeu por 2 a 0 para o Boca Juniors na Argentina, perdendo no placar agregado.

“Ele virou para o nosso time e falou algo absurdo: ‘Vocês perderam. Não mereceram ganhar. São ruins. Saíram da Copa’. Uma vergonha ele dizer isso”, revelou Egídio na saída para o vestiário. O Cruzeiro se sentiu prejudicado pela arbitragem desde o primeiro jogo, quando Eber Aquino, do Paraguai, expulsou Dedé de forma injusta no segundo tempo.

Egídio acusa árbitro uruguaio de 'zombar' do Cruzeiro após a eliminação na Libertadores
Egídio acusa árbitro uruguaio de 'zombar' do Cruzeiro após a eliminação na Libertadores
Dedé, inclusive, que voltou a ser personagem principal na última quarta-feira. Depois de muitos protestos, a Conmebol voltou atrás e anulou a expulsão do zagueiro no primeiro jogo, tornando-o apto para disputar a partida no Mineirão. Só que ele mais uma vez recebeu o cartão vermelho, na avalição do Cruzeiro, novamente de forma injusta. Ele já tinha amarelo e trombou com o jogador do Boca no meio de campo.

Eliminado, o Cruzeiro tenta recuperar a concentração para outro jogo importantíssimo na temporada. Sem nenhum compromisso marcado para o final de semana no Campeonato Brasileiro, o próximo jogo do elenco de Mano Menezes é a final da Copa do Brasil contra o Corinthians, marcada para a próxima quarta-feira, às 21h45, novamente no Mineirão.

 
 
" />