Após vitória do Cruzeiro, Sidney Lobo volta a destacar papo no intervalo

Satisfeito com a atuação, Sidney Lobo destacou também que o Cruzeiro poderia até ter vencido por um placar maior

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 12 - Como já ocorrera no último sábado, após a vitória sobre a Ponte Preta em casa, de virada, o auxiliar Sidney Lobo voltou a ser determinante no triunfo do Cruzeiro sobre o Grêmio, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Foi, ao menos, o que garantiu o próprio auxiliar, substituto nas últimas duas partidas do técnico Mano Menezes, que se recupera de um procedimento na pele. Para Lobo, o papo com os jogadores no intervalo foi novamente determinante ao triunfo do Cruzeiro, que chegou aos 47 pontos e assumiu provisoriamente a vice-liderança do Brasileiro.

"A gente já sabia que ia acontecer, o Grêmio é um adversário que envolve bastante e a gente tinha que ter um envolvimento muito grande para poder marcar muito forte e não dar espaços. Isso aconteceu algumas vezes, algum tipo de espaço, por isso chamei o Ezequiel e o Rafinha para poder orientá-los no trabalho próximo", descreveu o auxiliar, antes de acrescentar.

Após vitória do Cruzeiro, Sidney Lobo volta a destacar papo no intervalo
Após vitória do Cruzeiro, Sidney Lobo volta a destacar papo no intervalo
"Conseguimos neutralizar, virou 0 a 0 e, no intervalo, corrigimos o posicionamento, justamente para não dar esse volume para o Grêmio. Fomos coroados, fizemos o gol e garantimos a vitória", apontou.

Satisfeito com a atuação, Sidney Lobo destacou também que o Cruzeiro poderia até ter vencido por um placar maior, mesmo jogando na Arena do Grêmio. "Podíamos ter feitos outros gols no final, nos contra-ataques, porque o Grêmio se atirou, começou a jogar bolas na área e a gente sempre ficou com a posse de bola. Poderíamos ter tido um pouco mais de calma. Suportamos bem a pressão do Grêmio no final e saímos com o resultado positivo", afirmou.