Mano celebra bom momento do Cruzeiro e alerta para time 'não relaxar'

No confronto com a Chapecoense, o comandante poupou vários atletas, mas ainda assim o time conquistou a vitória

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 11 - O técnico Mano Menezes avaliou que a vitória do Cruzeiro por 2 a 1 sobre a Chapecoense, domingo, na Arena Condá, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, confirmou o bom momento da equipe. O treinador destacou que, mesmo envolvido na decisão da Copa do Brasil, o time vai se consolidando no G6 do Brasileirão. Assim, só faz um alerta aos seus jogadores: o time não pode relaxar nesse momento.

"Tenho que destacar o entendimento do momento da competição, que está boa para a gente, estamos no G6, mas é uma hora de não relaxar. Porque o fato de estarmos na final da Copa do Brasil pode fazer com que as coisas do Campeonato Brasileiro fiquem em segundo plano e a gente não pode deixar um campeonato tão difícil como esse em segundo plano", disse o treinador.

No confronto com a Chapecoense, Mano poupou vários atletas, mas ainda assim o time conquistou a vitória, o que mostra, na sua avaliação, que o padrão de jogo não se resume apenas aos titulares, mas também foi adquirido pelos reservas.

No confronto com a Chapecoense, Mano poupou vários atletas, mas ainda assim o time conquistou a vitória
No confronto com a Chapecoense, Mano poupou vários atletas, mas ainda assim o time conquistou a vitória

"Os pontos de hoje (domingo) foram muito importantes, uma vitória extremamente importante, mostra que o grupo está tendo a noção clara do que é a temporada nesse momento. É isso que me deixa feliz, o entendimento, a maneira que a equipe, mesmo rodando alguns jogadores, se comporta. Hoje temos uma maneira de jogar. Quem entra sabe a maneira como temos que fazer e vamos continuar nessa batida", completou.

A vitória sobre a Chapecoense deixou o Cruzeiro com 34 pontos, en sexto lugar no Brasileirão. O time voltará a jogar no próximo domingo, no Mineirão, diante do Bahia, mas Mano não confirma a escalação dos titulares, avisando que a prioridade é a finalíssima da Copa do Brasil, no dia 27, contra o Flamengo.

"Nós estabelecemos uma programação do dia 27 para trás. Nosso jogo mais importante é o jogo da Copa do Brasil. Ele é a prioridade e vamos sempre considerar de lá para cá. Por isso rodamos alguns jogadores. Com o resultado, podemos, no jogo seguinte, contra o Bahia, fazer com outros jogadores isso que fizemos aqui", declarou.