Fábio bate recorde com 634 jogos no Cruzeiro de ex-volante Zé Carlos, campeão brasileiro pelo Guarani em 1978

Com isso ele ultrapassou a marca do ex-volante Zé Carlos, que atuou nas décadas de 60 e 70 na Raposa, que tinha disputado 633 jogos.

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) – O que era inevitável aconteceu. Nesta noite de sábado o goleiro Fábio quebrou um recorde no Cruzeiro ao completar seu jogo de número 634. Com isso ele ultrapassou a marca do ex-volante Zé Carlos, que atuou nas décadas de 60 e 70 na Raposa, que tinha disputado 633 jogos.

Fábio completou 634 jogos pelo Cruzeiro
Fábio completou 634 jogos pelo Cruzeiro

Ainda no final de carreira, Zé Carlos atuou no Guarani de Campinas e comandou o time do Interior a ser campeão brasileiro de 1978. É o único clube do interior a conquistar tal feito. Na época o time titular do Guarani era formado por: Neneca; Mauro, Gomes, Edson e Mirada; Zé Carlos, Zenon e Renato; Capitão, Careca e Bozó. O técnico era o mineiro Carlos Alberto Silva.

Ao final do jogo, em que a Raposa bateu o Vasco por 3 a 1, o goleiro falou emocionado:

Zé Carlos tinha 633 jogos pela Raposa
Zé Carlos tinha 633 jogos pela Raposa

“É mais uma graça de Deus que me concede em reconhecimento a todo meu trabalho pelo clube. É uma marca importante e inesquecível. E tive ainda o prazer de ter meu filho aqui no estádio. Estou feliz da vida. Não podia ser diferente”, comentou.

A coincidência do fato é que Fábio foi revelado pelo próprio Vasco da Gama. Foi emprestado ao Cruzeiro em 2000, mas depois voltou a São Januário. Retornou à Toca da Raposa em 2004, então para substituir Gomes, ex-seleção brasileira, e que foi atuar na Europa.

 
 
" />