Série C: Técnico lamenta empate após Criciúma abrir vantagem, mas enaltece ataque

Com a igualdade por 4 a 4 com o Ypiranga-RS, a equipe de Itamar Schülle está há seis jogos sem vencer

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 20 (AFI) - O jejum de vitórias continua no Criciúma-SC. Após abrir 3 a 0 logo nos dez primeiros minutos de jogo, a equipe catarinense diminuiu o ritmo no segundo tempo e acabou levando o empate em 4 a 4, contra o Ypiranga-RS, no duelo de abertura da 16ª rodada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. Com isso, chegou a seis partidas sem vencer e segue bastante distante do G4.

Com o resultado, o Criciúma se manteve na sétima colocação do Grupo B com 18 pontos somados - a cinco pontos o Ituano, que tem 23 e é o primeiro time dentro da zona de classificação. Na visão do técnico Itamar Schülle pecou na parte defensiva e acabou levando gols 'infantis', o que custou a vitória que já estava encaminhada em casa.

Técnico lamenta empate após Criciúma abrir vantagem, mas enaltece ataque (Foto: Celso da Luz/www.criciuma.com.br)
Técnico lamenta empate após Criciúma abrir vantagem, mas enaltece ataque (Foto: Celso da Luz/www.criciuma.com.br)
"Tivemos uma evolução muito grande no que a gente estava deixando a desejar, nas oportunidades de fazer gols. Tivemos muitas chances e aproveitamos. Foi muito bom. Em contrapartida, o sistema defensivo deixou a desejar. Pecamos muito em algumas coisas e tomamos gols. O que melhorou não foi suficiente para conquistar a vitória, e os gols que tomamos foram muito infantis para uma equipe do nível do Criciúma", disse o treinador.

FOCO TOTAL
Apesar de estar a frente da equipe há sete jogos, essa foi apenas a segunda partida em que o Criciúma marcou sobre o comando de Itamar Schülle. E, a primeira vez, que marcou quatro gols no mesmo jogo dentro da Série C. Por isso, o treinador disse que vem tentando fazer o seu melhor para a equipe voltar a vencer.

"Melhoramos, porque fizemos quatro gols que ainda não tínhamos feito na Série C. Mas o futebol é assim. Quando os resultados não acontecem, eles esbarram na gente. Continuo fazendo meu melhor. E sei que meu melhor e minha entrega é muito grande para honrar esta camisa", completou.