Série B: Roberto Cavalo vê reforços longe e afirma: "Criciúma tem identidade"

O treinador, que já avisou que aproveitará das categorias de base, via como necessidade a contratação de um meia e um atacante

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 04 (AFI) - Com o limite de inscrição de novos jogadores chegando ao fim, o técnico Roberto Cavalo considera muito difícil reforçar o Criciúma nesta reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador, que já avisou que aproveitará das categorias de base, via como necessidade a contratação de um meia e um atacante.

"Ficamos até a tarde da noite conversando e estudando opções para fortalecer o plantel, mas está muito difícil. Precisávamos de um atacante que faça gol e um jogador do meio de campo. No entanto, acreditamos na nossa equipe e tem muitos atletas que podemos aproveitar das categorias de base", falou Roberto Cavalo, em entrevista à Rádio Som Maior.

Com o elenco praticamente fechado, o treinador revelou também ter encontrado a identidade da equipe e acredita em uma evolução na Série B. Hoje, o Criciúma aparece dentro da zona de rebaixamento, com 27 pontos.

"Identidade já está definida e vem sendo montada desde o início com o Wilsão. A manutenção dos atletas tem sido fundamental para isso. Fizemos um bom jogo contra o Botafogo. Já contra o Vila Nova, sofremos um gol que não se toma. Precisamos melhorar o jogo aéreo. Mas estamos no caminho certo. Criciúma não vai mudar muito, porém, vai melhorar. Quando se consegue repetir a escalação, o entrosamento aumenta e o resultado acaba vindo. Assim a equipe ganhará em confiança e poderá dar algo a mais", falou.

Criciúma segue se preparando para próximo jogo da Série B - Celso da Luz
Criciúma segue se preparando para próximo jogo da Série B
PSICOLÓGICO

Roberto Cavalo ainda analisou o psicológico de seus comandados. "Fator psicológico é o que decide no elenco. Gente cobra intensidade, mas com a cabeça pensando em outras coisas o atleta não produz. Os jogadores estão indo para campo com muita vontade. Os próprios jogadores elogiaram ambiente. Mudou na hora certa, no momento certo. Mas isso não será decisivo. Precisamos mostrar dentro do campo e eles compraram essa ideia", concluiu.

O próximo desafio do Ceará será nesta terça-feira, às 20h30, diante do Brasil de Pelotas, no Heriberto Hülse, pela 27ª rodada da Série B.