Série B: Waguinho destaca postura do Criciúma contra a Ponte: ‘Abafamos’

Empate não impediu que o treinador elogiasse a postura do time, que correu poucos riscos na defesa e teve oportunidades no ataque

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 04 (AFI) - O técnico Waguinho Dias estreou no comando do Criciúma com um empate sem gols diante da Ponte Preta, em jogo realizado no Heriberto Hülse, na última terça-feira, e saiu de campo otimista. Apesar de o jogo ter sido disputado em casa, a igualdade no placar não impediu que o treinador elogiasse a postura do time, que correu poucos riscos na defesa e teve oportunidades de vencer a partida.

“O Luiz não teve nenhuma ação de gol. Até perguntei se tinha suado, e ele me disse que nenhum pouco. Acho que conseguimos limitar o adversário, tanto é que no início da partida tivemos lances que poderíamos ter finalizado em gol. Acredito que no segundo tempo a postura da equipe, na maneira que foi para tentar a vitória, só não houve pois o adversário fez três defesas difíceis. Abafamos, tentando fazer o gol em jogadas consciente”, avaliou.

Foto: Divulgação / Criciúma
Foto: Divulgação / Criciúma
DESAFIO
Fazer o sistema ofensivo do Criciúma funcionar é um dos principais desafios de Waguinho. O time tem o segundo pior ataque da competição, com apenas 14 gols marcados em 21 partidas, atrás apenas de Vila Nova e Guarani, ambos com 13.

“Ponte Preta não jogou, foi um jogo de uma equipe só. Nós tentamos a todo instante mostrar um futebol melhor e tentamos fazer o gol, mas, infelizmente, pelas defesas do goleiro, não conseguimos”, lamentou Waguinho.

CONTEXTO
Em 15º lugar, com 23 pontos, o Criciúma tem apenas dois pontos a mais que o Vila Nova, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Ainda assim, não pode entrar no Z4 até o fim da rodada atual. A equipe volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar o América, no Independência.