Série B: Interino garante que não pensa em ser efetivado como técnico do Criciúma

Wilsão vai comandar o Tigre neste domingo, contra o Sport, já que a diretoria ainda não achou o substituto de Gilson Kleina

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 09 (AFI) - A diretoria do Criciúma ainda não definiu quem será o substituto de Gilson Kleina na sequência da Série B do Brasileiro e enquanto isso o auxiliar Wilsão é quem comanda o time de forma interina. Mas, se depender dele, isso não vai se alongar por muito tempo.

"Sou funcionário do clube. Tenho deixado claro que não tenho interesse de ser treinador. Se eu quisesse, já estaria em outro patamar. Optei por escolha minha, mas sou funcionário e estou aqui para ajudar. A vontade que eu tenho e todos sabem é ajudar como auxiliar. Vamos ver o que acontece", disse Wilsão.

Wilsão vai comandar o Criciúma de forma interina neste domingo (Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma)
Wilsão vai comandar o Criciúma de forma interina neste domingo (Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma)
O TIME

Apesar de não ter tido muito tempo para preparar o time, o interino planeja fazer mudanças em relação ao que iniciou na derrota para o Operário, por 2 a 1. A baixa é o zagueiro Sandro, suspenso pelo terceiro amarelo. Thalles entra em seu lugar.

Mas as mudanças não param por aí. Marlon volta para a lateral esquerda na vaga de Caíque, enquanto o jovem Julimar ganha uma oportunidade no ataque para atuar ao lado de Reinaldo. Lúcio Flávio vai para o banco de reservas.

"Independente a forma que iremos colocar em campo, a parte tática, o mais importante é a motivação, o querer de cada um. Temos que valorizar o companheiro, pois ninguêm vence sozinho. Os 11 escolhidos estão embuidos em único pensamento", garantiu o interino.

Sem vencer há cinco partidas e na zona de rebaixamento, com 13 pontos, o Criciúma deve iniciar a partida assim: Luiz; Maicon, Thalles, Derlan e Marlon; Liel, Foguinho, Wesley e Daniel Costa; Reinaldo e Julimar.