Série B: Buscando a primeira vitória, Criciúma pede mais 'concentração'

Para Vinícius, atacante titular, o time precisa manter a concentração o tempo inteiro

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 15 (AFI) - A semana completa para trabalhar devolveu a confiança ao time do Criciúma, que ainda não venceu na Série B do Campeonato Brasileiro. Em três jogos foram dois empates e uma derrota, amargando a parte inferior da classificação. Ainda assim, o elenco está determinado de que pode dar a volta por cima contra o Atlético-GO na sexta-feira, às 19h15, pela 4ª rodada. O jogo está marcado no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

No último trabalho com bola em Criciúma, o técnico Gilson Kleina fechou os portões para a imprensa e não deu pistas sobre o time que deve mandar a campo. Ainda assim, ele não deve ter muitas mudanças no time titular em relação ao que empatou com o América-MG em 0 a 0 na semana passada. O goleiro Paulo Gianezini falou sobre o jogo contra o Atlético-GO:

Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
“Acho que vai ser um jogo equilibrado, como foram os outros três jogos. Não imagino que vamos sofrer, mas se tivermos, vamos saber sofrer. É uma equipe que eu vi alguns jogos no ano, atacam bastante, se expõe, tomou cinco gols na competição. Vem pressionada, tem a obrigação de jogar em casa e temos que aproveitar isso”.

Para Vinícius, atacante titular do Criciúma, o time precisa manter a concentração o tempo inteiro para sair de campo com a vitória.

“Tem que ser um trabalho voltado a tudo. Ansiedade, você não pode tomar gol, tem que defender, estar posicionado, todo mundo sincronizado, falando para não tomar gols e buscar a vitória. Eu até falei com o pessoal, estou dando passe para alguém me achar alguma hora. Estou tranquilo, a prioridade é ajudar com a vitória. Com isso sai o gol naturalmente, a bola sobra ou eu faço uma jogada. A minha principal opção agora é ajudar o time, se for com gol, melhor ainda. Quero ver o Criciúma vencedor”.