Catarinense: Pressionado, Criciúma volta aos treinos de olho na reabilitação

Uma vitória diante do Metropolitano no próximo sábado é fundamental para a permanência de Doriva no cargo

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 05 (AFI) - O momento do Criciúma não é bom. Com apenas seis pontos nas seis primeiras rodadas do Campeonato Catarinense e vindo de uma goleada sofrida para o Avaí, por 3 a 0, no último domingo, o elenco tricolor se reapresentou nesta terça-feira depois de folgar na segunda.

O desempenho neste início de temporada junto com a falta de resultados colocaram o técnico Doriva na berlinda. A partida do próximo sábado, contra o Metropolitano, no Heriberto Hülse, é decisiva para o futuro da atual comissão técnica.

Após ganhar folga na segunda-feira, elenco do Criciúma voltou aos treinamentos nesta terça
Após ganhar folga na segunda-feira, elenco do Criciúma voltou aos treinamentos nesta terça
Apesar de se dizer tranquilo, Doriva sabe que um tropeço em casa diante do penúltimo colocado deixa a sua permanência no comando do Criciúma insustentável. Para complicar, o time tem duas derrotas em três jogos como mandante em 2019.

Ainda nesta terça-feira, a diretoria tricolor apresentou oficialmente o zagueiro Aderlan, que tem 23 anos e acumula passagens por Boavista, Paysandu e Grêmio. O defensor assinou contrato até o fim da temporada.

Na sexta colocação, o Criciúma está mais próximo da zona de rebaixamento - três pontos - do que do G4 - quatro pontos.

 
 
" />