Série B: Após turno de recuperação, Mazola quer returno de consolidação e sonha com G4

Técnico tirou Tigre da zona de rebaixamento e o colocou na 14ª colocação com 23 pontos

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 07 (AFI) - O Criciúma fez um turno de recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Mazola Júnior pegou o Tigre sem nenhum ponto e na vice-lanterna. Após 14 rodadas de muito trabalho, o treinador não só tirou o clube catarinense da zona de rebaixamento, como o colocou na 14ª colocação com 23 pontos. Todos os pontos obtidos na Era Mazola. Agora, o comandante quer um returno de consolidação.

"O Criciúma pode, sim, sonhar com o G4. Será fácil? Lógico que não! Mas temos que manter o ritmo, continuar trabalhando forte e pensando passo a passo, jogo a jogo. Este returno precisa ser de consolidação do nosso trabalho. Temos que fazer valer tudo aquilo que conquistamos em 14 rodadas. Estes jogadores estão de parabéns, mostraram brio, vontade, garra e fizeram por merecer. A caminhada é longa, mas o Criciúma é um clube tradicional e merece pensar em coisas maiores", avaliou Mazola Júnior ao site Grande Área.

Sob o comando do treinador são seis vitórias, cinco empates e oito derrotas. Aproveitamento de 54,7%. Este desempenho deixaria o Criciúma na terceira colocação da Série B, à frente dos goianos Vila Nova e Atlético-GO, ambos com 52,6%. O Tigre, aliás, está invicto em casa na Era Mazola.

"Se computar a partir da 8° rodada, o Criciúma é o segundo colocado. Os dois primeiros jogos ainda não tinha meu trabalho. Estava conhecendo o elenco, apenas mantive o que o Argel vinah fazendo. Assumi na sexta rodada com empate em casa contra o Juventude. Foi nosso primeiro ponto no campeonato. Na sétima perdemos para o Fortaleza lá com cinco jogadores do Sub-20 no time titular. A partir daí tive dez dias para ganhar do Avaí em Florianópolis. Esta foi nossa primeira vitória do campeonato", completou Mazola.

Sem perder há quatro jogos e vindo de duas vitórias seguidas, o Criciúma abrirá o returno contra o Atlético-GO no sábado, às 16h30, no Estádio Heriberto Hulse. Adversário do G4 e que poderá ajudar o Tigre a diminuir a diferença para a zona do acesso, principal objetivo no returno.

 
 
" />