Série B: Reunião nesta quarta pode definir mudanças no Criciúma

O Tigre perdeu nesta terça-feira em Campinas para o Guarani e segue sem pontuar no Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 08 (AFI) - A quarta-feira promete ferver os bastidores do Criciúma. Em entrevista coletiva concedida ainda em Campinas, onde o Tigre perdeu para o Guarani, por 1 a 0, no Brinco de Ouro da Princesa, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o superintendente de futebol Robson Izidro revelou que uma reunião será realizada para que providências sejam tomadas.

De acordo com informações de bastidores, Argel Fucks teria colocado o cargo à disposição ainda nos vestiários do Brinco de Ouro. Ao ser questionado sobre o futuro do treinador, Robson Izidro disse que "Argel não sai neste momento", mas deixou claro que decisões serão tomadas na reunião, que vai contar com todos os dirigentes tricolores.

O técnico Argel Fucks cobrou reforços da diretoria do Criciúma após mais uma derrota
O técnico Argel Fucks cobrou reforços da diretoria do Criciúma após mais uma derrota
Mas não é só a comissão técnica que está com o futuro indefinido. O elenco tricolor também deve sofrer mudanças nos próximos dias e alguns jogadores podem ser dispensados. A diretoria também busca reforços com status de titulares.

"A direção não está satisfeita, estamos tristes, mas de qualquer forma temos que ter calma. O Argel não sai neste momento. Amanhã (quarta-feira) faremos uma reunião com todo o colegiado e decisões serão tomadas. Contratações precisam ser feitas de jogadores que cheguem para resolver. Vamos fazer cobranças mais fortes. O time tem que jogar muito mais do que vem jogando. Não podemos ficar nesse marasmo", desabafou o dirigente.

AGUARDANDO REFORÇOS!
Argel Fucks também falou depois de mais uma derrota tricolor na Série B. Além de reconhecer que o time fez um péssimo primeiro tempo em Campinas, o treinador também lamentou a falta de qualidade do elenco e alertou que contratações são necessárias.

"Nós precisamos aumentar a qualidade da equipe, ter peças de reposição. Nosso individual e coletivo não está sendo bom. Temos que trabalhar, levantar a cabela. Sabemos das nossas limitações e temos que trabalhar com o que temos. É esse grupo que a gente tem", disse o treinador.

Sem somar nenhum ponto sequer em cinco rodadas, o Criciúma está na penúltima colocação da Série B, na frente apenas do Boa Esporte, que ainda entra em campo no sábado, contra o CSA, em Maceió.

 
 
" />