Série B: Mazola Júnior admite carências, mas alerta: "temos um limite"

O comandante estreou pelo Tricolor na última terça-feira com um empate diante do Juventude

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 16 (AFI) - Se na apresentação Mazola Júnior despistou quando foi questionado sobre reforços, o mesmo não aconteceu após a sua estreia no empate sem gols com o Juventude, na última terça-feira, no Heriberto Hülse. O treinador admitiu que o elenco do Criciúma precisa ser reforçado para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

A necessidade de reforços já havia sido alertada por Argel Fucks, que foi demitido na semana passada após a derrota para o Guarani, por 1 a 0, em Campinas. Apesar de reconhecer isso, Mazola Júnior lembrou que o Criciúma não vive uma situação financeira tranquila.

O técnico Mazola Júnior reconheceu que o elenco do Criciúma tem carências em algumas posições (Foto: Caio Marcelo/Criciúma)
O técnico Mazola Júnior reconheceu que o elenco do Criciúma tem carências em algumas posições (Foto: Caio Marcelo/Criciúma)

"Lógico que temos imensas dificuldades, imensas carências, mas existe um limite orçamentário que precisa ser reforçado. É lógico que o grupo precisa ser reforçado, existem lacunas na grade do plantel, mas está muito complicador contratar nessa altura e o Criciúma não tem condições de fazer loucuras nesse momento", afirmou o treinador.

PONTO POSITIVO
Mazola Júnior também foi questionado sobre o momento vivido pelo Criciúma dentro da Série B. Em seis jogos, o time somou apenas um ponto e corre o risco de terminar a sexta rodada na lanterna do campeonato. No entanto, nem tudo está perdido para o treinador. Ele comemorou o fato do Tigre não sofrer gols pela primeira vez no campeonato.

"Temos que tirar alguma coisa de positivo. Não podemos jogar tudo para o fundo do poço. Temos que juntar forças. É o primeiro jogo que não sofremos gols. A primeira proposta foi arrumar o time de trás para frente e acho que esse objetivo nos alcançamos", finalizou Mazola.

O Tigre subiu para a 18ª colocação com o ponto somado nesta terça-feira deixando o Goiás para trás. O time só volta a campo na próxima terça, contra o Fortaleza, às 21h30, na Arena Castelão, pela sétima rodada.

 
 
" />