Série B: Com acesso distante, Criciúma começa a observar reforços para 2018

O executivo de futebol Edson Gaúcho viajou na última quarta-feira para o Uruguai

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 12 (AFI) - Apesar do discurso ainda ser de otimismo no Heriberto Hülse, o acesso à elite do Campeonato Brasileiro é bastante complicado. Por isso, a diretoria do Criciúma já iniciou o planejamento para a próxima temporada e vem analisando possíveis reforços.

O executivo de futebol Edson Gaúcho viajou para o Uruguai na última quarta-feira, onde vai observar alguns jogadores que possam atuar pelo Tigre em 2018. Depois, com o mesmo objetivo, o dirigente "peregrina" por algumas cidades brasileiras.

O executivo de futebol Edson Gaúcho viajou para o Uruguai, onde vai observar jogadores
O executivo de futebol Edson Gaúcho viajou para o Uruguai, onde vai observar jogadores
Enquanto isso, os jogadores estão focados na partida desta sexta-feira, quando o Criciúma joga todas suas fichas na luta pelo acesso contra o Paraná, na Vila Capanema, pela 29ª rodada. O Tigre está na oitava colocação, com 42 pontos, sete a menos que o Tricolor e a seis do Ceará, primeiro do G4.

Sem desfalques por suspensão ou contusão, o técnico Beto Campos vai manter o mesmo time que ganhou do Londrina, por 2 a 1, de virada, na última rodada. Poupado do treinamento da última terça-feira devido a uma gripe, o zagueiro Nino não deve ser problema.

Assim, o Tigre entra em campo com: Luiz; Maicon Silva, Nino, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Ricardinho, Caíque e Alex Maranhão; Lucão e Silvinho.