Nos últimos 24 anos, Cortiba esteve na Série A em todas as eleições municipais

Somando todas as partidas pós votações, o Coxa tem um retrospecto equilibrado

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 17 (AFI) - Desde 1996, em todos os anos que tiveram eleições municipais no Brasil, o Coritiba estava na Série A do Brasileirão. O retrospecto em jogos após votação é bem equilibrado, mas teve mais uma derrota adicionada por conta do jogo da última segunda-feira, contra o Bahia.

RETROSPECTO POSITIVO

Apesar de ter 5 rebaixamentos na história do Brasileirão da Série A, sendo o segundo time com maior número de quedas, junto do Santa Cruz, Vitória e Sport, o Coritiba esteve na elite nas últimas sete vezes em que tiveram eleições municipais. As votações aconteceram em 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016 e 2020.

Elenco do Coritiba reunido no gramado. Foto: divulgação/ Coritiba
Elenco do Coritiba reunido no gramado. Foto: divulgação/ Coritiba

O retrospecto em rodadas pós eleições é muito equilibrado para o Coxa Branca. Em 7 partidas, foram 2 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, sendo a última na noite de ontem, contra o Bahia, com o placar final de 2 a 1 para o time nordestino.

SEGUNDO TURNO

Se adicionar anos em que as eleições foram para o segundo turno, o Coritiba teria mais 3 vitórias e 1 derrota. Foram os casos de 2000, 2004, 2012 e 2016, em que apenas no primeiro ano a equipe não conseguiu vencer o seu adversário.

Com o retrospecto positivo em jogos após o segundo turno, com 4 partidas, 3 vitórias e 1 derrota, a torcida Coxa Branca poderia se animar para o jogo a partida contra o Red Bull Bragantino no dia 5 de dezembro, porém Curitiba já elegeu seu candidato, sem precisar de uma segunda votação.

CENÁRIO

Com a derrota para o Bahia jogando dentro de casa, o Coritiba volta para a zona de rebaixamento, agora em 18º lugar. Essa foi a 11ª derrota da equipe na competição e a quinta no Couto Pereira.

A próxima partida do Coxa Branca no Brasileirão da série A é no próximo sábado (21), contra o quarto colocado, Flamengo, as 19h, no Maracanã.