Para "arrumar a casa", Coritiba quer vender joia da Seleção Sub-17 por R$ 23 milhões

Jogador foi um dos destaques da conquista da Seleção Brasileira no Mundial Sub-17

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 05 (AFI) - Final de temporada e os clubes brasileiros querem fazer receita para iniciar 20 com dinheiro no bolso e "bala" para investir em contratações. Com o Coritiba não é diferente, ainda mais após o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Sem meias palavras, o presidente Samir Namur espera vender o lateral-direito Yan Couto para "arrumar a casa".

"Existem várias sondagens, várias propostas, de grandes clubes da Europa para chegar pelo Yan Couto… O agente dele, na verdade, vai trazer propostas por ele. E se o valor nos agradar é possível, sim, que uma negociação seja feita… Algo aí em torno de 5 milhões de euros pelo menos. Dependendo do clube, da negociação, o Coritiba ficaria com 20%, negociaria alguns bônus", disse o mandatário.

Samir quer fazer dinheiro. (Foto: Coritiba / Divulgação)
Samir quer fazer dinheiro. (Foto: Coritiba / Divulgação)
Hoje, 5 milhões de euros valem R$ 23 milhões. Yan Couto completará 18 anos apenas em junho. Então, se negociado agora, poderia ficar no Coxa até lá. O jogador foi um dos destaques da conquista da Seleção Brasileira no Mundial Sub-17.

"Se o Coritiba fizer uma negociação desse patamar hoje, nós arrumamos a casa. O Coritiba vai zerado para a Série A com potencial muito bom de fazer um elenco forte com a receita que vai entrar", completo Samir.