Jorginho rebate presidente do Vitória e deixa dúvida no time do Coritiba

Coritiba precisa de apenas um empate no Barradão para conquistar o acesso na Série B

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 29 (AFI) - O técnico Jorginho não gostou nada da declaração de Paulo Carneiro, presidente do Vitória. O mandatário afirmou que, se fosse seus jogadores, aceitaria "mala branca" de adversários do Coritiba que também brigam pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro.

"Não queria nem falar do presidente, porque respeito muito, mas acho que foi uma declaração infeliz. Isso não poderia de forma nenhuma ser exposto a uma situação dessa. Lamentável isso acontecer. Tanto os nossos jogadores quanto os deles são profissionais e precisam entrar em campo para vencer, independente se estão com os salários atrasados ou não", disse Jorginho.

Para o jogo decisivo deste sábado, às 16h30, no Estádio do Barradão, em Salvador, pela 38ª e última rodada, contra o Vitória, o Coritiba terá a volta do atacante Robson que estava suspenso na rodada passada. Ele entrará no trio ofensivo.

Jorginho tem dúvida. (Foto: Coritiba / Divulgação)
Jorginho tem dúvida. (Foto: Coritiba / Divulgação)
Como Rafinha está garantido, Juan Alano ou Igor Jesus perderá o lugar. Como o treinador já elogiou Alano, é bem provável que Jesus faça milagres do banco de reservas.

O Coxa deverá jogar com Alex Muralha; Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Serginho e Giovanni; Rafinha, Juan Alano (Igor Jesus) e Robson.

CENÁRIOS!
O Coritiba ocupa a 3ª colocação com 63 pontos e 17 vitórias. Basta um empate para o Coxa conquistar o acesso. Neste cenário, o Atlético-GO, 5º colocado, mesmo tendo 61 pontos, não passaria os paranaenses por causa do número de vitórias (15).

Em caso de derrota, o Coritiba terá que torcer por tropeços de América-MG, 4º colocado com 61 pontos, ou Atlético.