Série B: Técnico critica "passividade" do Coritiba após derrota

Assim como Umberto Louzer, o atacante Rodrigão não gostou do comportamento do time na última terça-feira

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 10 (AFI) - A derrota sofrida para o Criciúma, por 2 a 1, na última terça-feira, no Heriberto Hülse, pela nona rodada da Série B do Brasileiro, não foi bem aceita pelo técnico Umberto Louzer, que criticou a passividade do Coritiba.

"A gente foi passivo. Não fomos eficientes para matar o jogo, permitimos o avanço do adversário e sofremos gols com falhas. A todo momento a gente pedia para sair de trás. Aceitamos o jogo do adversário e fomos punidos", analisou Louzer.

O técnico Umberto Louzer não gostou do comportamento do Coritiba diante do Criciúma
O técnico Umberto Louzer não gostou do comportamento do Coritiba diante do Criciúma
Quem também não ficou nada satisfeito com o comportamento do Coritiba na última terça-feira foi Rodrigão. Artilheiro da Série B, com sete gols, o atacante cobrou mais maturidade do time e citou até Vanderlei Luxemburgo, treinador do Vasco da Gama.

"Tem que aprender (levar gol no final), porque isso já aconteceu. O time tem que amadurecer. Não é o primeiro gol que a gente toma no fim. É como o Luxemburgo falou: no fim de jogo, fura a bola", comentou Rodrigão.

Na nona colocação, com 12 pontos, o Coritiba corre o risco de perder algumas posições no complemento da nona rodada. O time volta a campo na próxima terça-feira, contra o São Bento, às 19h15, no Couto Pereira.