Série B: Na corda bamba, treinador define futuro no Coritiba em Campinas

Umberto Louzer foi chamado no último domingo para uma reunião com os dirigentes

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 10 (AFI) - O jogo desta terça-feira, contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, pela oitava rodada do Brasileiro da Série B, será decisivo para Umberto Louzer. Qualquer resultado que não seja a vitória deve resultar em uma mudança na comissão técnica do Coritiba.

No último domingo, um dia depois da derrota no clássico para o Paraná, por 3 a 2, em pleno Couto Pereira, Umberto Louzer foi chamado para uma reunião com o presidente Samir Namur e o diretor de futebol Rodrigo Pastana. No encontro, o treinador foi cobrado pelos resultados apresentados até então.

O técnico Umberto Louzer (à esquerda) corre o risco de ser demitido em caso de tropeço do Coritiba
O técnico Umberto Louzer (à esquerda) corre o risco de ser demitido em caso de tropeço do Coritiba
Dono de uma das maiores folhas salariais desta Série B, o Coritiba realmente tem um início decepcionante. Nas sete primeiras rodadas, foram apenas duas vitórias, além de três empates e duas derrotas. Com nove pontos, o Coxa está na 11ª colocação.

Para o jogo que vai definir seu futuro, Umbero Louzer tem muitas baixas. O volante João Vitor está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, enquanto o lateral-direito Diogo Matheus e os meias Giovanni, Rafinha e Patrick Brey foram vetados pelo departamento médico. O zagueiro Romércio segue lesionado.

O provável Coritiba para esse jogo é: Wilson; Sávio, Alan Costa, Wallison Maia e William Matheus; Vitor Carvalho, Matheus Sales e Luiz Henrique; Juan Alano, Thiago Lopes (Lucas Tocantis) e Rodrigão.