Andrés deixa São Paulo de lado e critica: "É muito feio o Corinthians não se classificar"

Para avançar, Corinthians precisa vencer o Oeste neste domingo, às 16 horas, na Arena Barueri e torcer por uma derrota do Guarani

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 25 (AFI) - Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, evitou valorizar a dependência do time do técnico Tiago Nunes em relação ao resultado de Guarani e São Paulo. O mandatário, aliás, criticou a situação do Timão no Campeonato Paulista.

"Quando foi dormir na quinta-feira estava em um país, na sexta acordei em outro país. Já era o time a ser batido e vai ser campeão. Sabemos da nossa responsabilidade. É muito feio o Corinthians não se classificar. Ficar fora na primeira fase é uma vergonha, mas não será a primeira nem a última vez. Estamos trabalhando para fazer nossa obrigação", disse ele em entrevista coletiva.

Para avançar, o Corinthians precisa vencer o Oeste neste domingo, às 16 horas, na Arena Barueri e torcer por uma derrota do Guarani diante do São Paulo na Vila Belmiro.

Pouco caso com o resultado rival? (Foto: Rodrigo Coca / Corinthians)
Pouco caso com o resultado rival? (Foto: Rodrigo Coca / Corinthians)
NEM AÍ?

"Faz parte do folclore do futebol, mas é uma irresponsabilidade falar isso. Não tem nada a ver com o São Paulo. O São Paulo pode colocar o sub-15, sub-20, sub-30. Temos de nos preocupar em fazer o nosso jogo, tentar ganhar. O Oeste vai dar a vida e temos de dar a vida mais ainda", comentou.

"Não estamos preocupado se o São Paulo vai fazer isso ou aquilo, deixar para lá ou para cá. Temos de tentar ganhar o jogo. Nosso objetivo era ganhar os dois jogos depois da pandemia. Nossa programação não mudou nada, temos folga segunda, terça e quarta. Se tiver mudança domingo, a gente vai rever", completou Andrés.

O Corinthians chegou aos 14 pontos após ter vencido o Palmeiras por 1 a 0. O Guarani fecha o G2 do Grupo D com 16 pontos.