Libertadores: Queda precoce diante do Guaraní dá prejuízo milionário ao Corinthians

Projeção da diretoria, para cobrir despesas de 2020, previa avançar, ao menos, às oitavas de final

por Agência Estado

São Paulo, SP, 13 - A eliminação do Corinthians na segunda fase preliminar da Copa Libertadores dará prejuízo milionário para o clube.

A projeção da diretoria, para tentar cobrir as despesas de 2020, previa que o time avançasse pelo menos até as oitavas de final.

Com a queda diante do paraguaio Guaraní, o Corinthians ficou sem arrecadar R$ 20 milhões do previsto no orçamento.

Corinthians amarga segunda eliminação diante do Guaraní
Corinthians amarga segunda eliminação diante do Guaraní
COMO SERIA?

Se passasse para a terceira fase, garantiria prêmio de R$ 2,1 milhões. Na fase de grupos, a Conmebol paga US$ 1 milhão por jogo em casa, ou seja, um total de US$ 3 milhões (cerca de R$ 13 milhões).

Nas oitavas de final, o valor pago é de R$ 4,5 milhões por jogo em casa. Assim, o clube arrecadaria, no total, quase R$ 20 milhões. Isso sem contar a receita de patrocínio e a de bilheteria.

PREMIAÇÃO

O campeão do principal torneio do continente levará US$ 15 milhões (R$ 65,5 milhões), mais 25% da renda da decisão em partida única - a final deste ano acontecerá no Maracanã.

O vice fica com US$ 6 milhões (R$ 26,1 milhões) e outros 25% da bilheteria. Se incluir também o arrecadado nas fases anteriores, o time que conquistar Libertadores em 2020 receberá US$ 22,5 milhões (R$ 98,1 milhões).

Mercado da Bola
Corinthians-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Cássio, Walter, Caique e Filipe

  • Laterais

    Fagner, Danilo Avelar, Carlos Augusto, Lucas Piton e Michel

  • Zagueiros

    Gil, Léo Santos, Bruno Méndez e Marllon

  • Volantes

    Ramiro, Gabriel, Ralf, Renê Junior, Victor Cantillo e Matheus Jesus

  • Meias

    Sornoza, Jadson, Pedrinho, Matheus Vital e Régis

  • Atacantes

    Boselli, Vagner Love, Clayson, Janderson, Gustavo e Luan

  • Técnico

    Tiago Nunes