Paulistão: Ramiro pede 'cabeça fria' para Corinthians superar oscilação

Volante tem sido um dos principais destaques do Timão no início de 2020

por Agência Estado

São Paulo, SP, 27 - O meio-campista Ramiro entende e considera natural a oscilação que o Corinthians teve nas duas primeiras rodadas do Campeonato Paulista.

Após golear o Botafogo de Ribeirão Preto por 4 a 1 na estreia, a equipe jogou mal e ficou no empate por 1 a 1 com o Mirassol. Para ele, o time precisa ter "cabeça" fria para ser mais regular.

"Sabíamos que iria ter oscilação nesse início de trabalho, é muito cedo ainda. A oscilação e as derrotas vão vir em determinados momentos e temos que ter cabeça fria e encontrar um equilíbrio para manter regularidade", avaliou o jogador.

Ramiro vive fase artilheira no Corinthians - Daniel Augusto Júnior / Ag. Corinthians
Ramiro vive fase artilheira no Corinthians

CONDICIONAMENTO

Ramiro também falou que espera evolução física da equipe. O elenco teve apenas dois dias inteiros de preparação da estreia, na última quinta-feira, até o confronto com o Mirassol.

"Ainda é muito cedo, posso falar por mim, cansei mais do que na estreia. Ficamos mais tempo sem a bola, e isso desgasta bastante. Vamos melhorando com o decorrer das partidas, foram só dois dias de recuperação, mas isso não é desculpa, temos que assumir os erros e procurar evoluir", disse.

ARTILHEIRO

Ramiro foi o autor do gol do Corinthians sobre o Mirassol. Ele já havia marcado na Florida Cup, torneio amistoso de pré-temporada que a equipe disputou nos Estados Unidos. O meia contou o que o técnico Tiago Nunes vem pedindo para os jogadores do sistema ofensivo.

"Tenho total liberdade, o Tiago pede para a gente não guardar setor quando tem a bola, ter muita movimentação. Venho fazendo minha parte, feliz com os gols, mas trocaria o gol diante do Mirassol pela vitória", afirmou.

Mercado da Bola
Corinthians-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Cássio, Walter, Caique e Filipe

  • Laterais

    Fagner, Danilo Avelar, Carlos Augusto, Lucas Piton e Michel

  • Zagueiros

    Gil, Léo Santos, Bruno Méndez e Marllon

  • Volantes

    Ramiro, Gabriel, Ralf, Renê Junior, Victor Cantillo e Matheus Jesus

  • Meias

    Sornoza, Jadson, Pedrinho, Matheus Vital e Régis

  • Atacantes

    Boselli, Vagner Love, Clayson, Janderson, Gustavo e Luan

  • Técnico

    Tiago Nunes