Diferentemente de Carille, interino Coelho vê Pedrinho como meia no Corinthians

O jogador tem sido utilizado nessa posição nos últimos jogos

por Agência Estado

São Paulo, SP, 10 (AFI) - Escalado quase sempre pelo técnico Fábio Carille aberto pelo lado direito como um atacante, Pedrinho será meia enquanto estiver sendo comandado por Dyego Coelho no Corinthians. O técnico interino reforçou após o clássico com o Palmeiras, na noite de sábado, no Pacaembu, que o jogador de 21 anos será utilizado por dentro na armação de jogadas.

A posição de Pedrinho rendeu polêmica quando Carille comandava a equipe, da qual foi demitido no último domingo após a goleada por 4 a 1 sofrida diante do Flamengo, no Maracanã. O próprio jogador disse preferir atuar como meia, enquanto o técnico falava que o jovem era melhor pelo lado do campo.

Com Coelho, Pedrinho não teve boa atuação como meia no empate por 1 a 1 com o Palmeiras e foi substituído no início do segundo tempo da partida válida pela 32ª rodada do Brasileirão. Mesmo assim, ele será mantido na posição pelo treinador.

"O Pedrinho é meia, não é extremo. Não é porque jogou mal um jogo que vamos tirá-lo. É um talento que precisamos cuidar. É preciso tomar cuidado com o que falam para ele fora do CT e que a parte ruim do futebol faz parte. É um grande jogador, tenho um carinho enorme e vai continuar jogando pelo meio, ele não é extremo", afirmou Coelho, em entrevista coletiva após o clássico.

Outra mudança de Coelho no duelo contra o Palmeiras foi a posição de Ramiro, que atuou por dentro, com Júnior Urso pelo lado direito. Ele ganhou a posição de Mateus Vital. "O Ramiro, na minha opinião, é um jogador de dentro, de jogo apoiado, que dá sustentação melhor", disse Coelho, que agora terá uma longa semana pela frente para preparar o Corinthians para o confronto com o Internacional, no próximo domingo, em sua arena em Itaquera, pela 33ª rodada do Brasileirão.