Vagner Love discorda das críticas a Carille: 'Temos identidade de se defender'

A torcida corintiana critou a postura defensiva do time nas últimas partidas, especialmente na derrota pela Copa Sul-Americana

por Agência Estado

São Paulo, SP, 20 (AFI) - Depois do protesto dos torcedores em frente ao CT, Vagner Love concedeu entrevista nesta sexta-feira no Corinthians e disse que a cobrança começa entre os jogadores do elenco. O atacante, no entanto, discorda das críticas ao técnico Fábio Carille, acusado por muitos de formar um time retranqueiro.

"Criamos uma forma de jogar. O Corinthians sempre foi uma equipe, nos últimos anos, que se defendia muito bem e ficava com a bola, ganhava por 1 a 0 e 2 a 1 e foi campeão brasileiro. O Corinthians tem identidade de se defender bem e sair no contra-ataque e foi assim que o Corinthians foi campeão nos últimos anos", afirmou o jogador, em entrevista coletiva.

Pouco antes desta conversa do atleta com a imprensa, cerca de 60 torcedores da Gaviões da Fiel protestaram contra os últimos resultados - o time soma apenas uma vitórias em sete jogos. A manifestação foi feita em frente ao CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo. O principal alvo foi o treinador, criticado pela postura defensiva. Os atletas foram cobrados de uma maneira geral por não demonstrarem raça em campo.

Love admitiu que o time precisa melhorar. "Sabemos do resultado ruim desta semana, estamos nos cobrando muito por essa derrota na semifinal. Do jeito que eles estão cobrando, a gente também está se cobrando, temos que mudar a nossa atitude. Falei depois do jogo, ter mais atitude, nos cobrar e fazer melhor", disse.

Depois da derrota por 2 a 0 para o Independiente Del Valle, na última quarta-feira, em casa, pelo duelo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, Carille disse que os jogadores mais jovens, como Pedrinho e Mateus Vital, sentiram a pressão em uma partida continental. Love discordou do discurso do treinador.

"Todos nós fizemos um jogo ruim e por isso perdemos por 2 a 0 em casa. Culpado são todos, os mais novos, mais velhos, comissão técnica, por termos feito as escolhas erradas. Não vejo o porquê cobrar algum jogador. Acho que (o discurso do Carille) já foi bem administrado entre as partes, temos um convívio bom aqui, todos se respeitam, agora é dar continuidade ao trabalho", comentou.

RELACIONADOS
Carille divulgou a lista de relacionados para o jogo contra o Bahia, neste sábado, às 19 horas, na Arena Corinthians, com dois desfalques: o volante Junior Urso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e o lateral-esquerdo Danilo Avelar, poupado por cansaço muscular. O restante dos jogadores vai para a partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão.

O time titular, no entanto, é uma incógnita. Carlos Augusto entra na lateral e Matheus Jesus na vaga aberto no meio-campo. Mas é provável que o treinador faça mais alterações. Love pode ser deslocado para o lugar de Clayson, por exemplo, e Boselli entrar como centroavante.