Apresentado oficialmente, Régis nega pressão por ter sido pedido por Carille

Meia de 26 anos chega por empréstimo até dezembro e tem vínculo com o Bahia

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 - Contratado a partir de um pedido direto do técnico Fábio Carille, o meia Régis foi apresentado oficialmente como jogador do Corinthians nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. O meia chega por empréstimo até dezembro e tem vínculo com o Bahia.

"Quando você é contratado pelo treinador, ele sabe do seu potencial. Acredito no meu potencial, sei o que posso construir, mas não posso trazer isso como uma pressão. Tenho que sempre melhorar para dar a resposta em campo", afirmou o meia de 26 anos em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

QUASE JUNTOS

Carille e Régis (quase) trabalharam juntos na Arábia Saudita. Embora tivesse sido emprestado ao Al-Wheda, ele não conseguiu atuar por problemas de documentação.

"Já havia um desejo de trabalhar com o professor (Carille) há um tempo.

No ano passado, consegui me transferir para o Al-Wehda, mas não deu tempo de ser inscrito no campeonato e fiquei só treinando. O professor veio para cá e falou sobre o desejo de contar comigo. Não pensei duas vezes em voltar ao Brasil e trabalhar com ele", afirmou o 12º reforço do clube.

Foto: Divulgação / Ag Corinthians
Foto: Divulgação / Ag Corinthians

NOS RIVAIS
Régis possui uma peculiaridade em sua carreira: ele já atuou em dois rivais paulistas do Corinthians. Revelado pelo São Paulo, ele passou por Paulista de Jundiaí, América-RN, Chapecoense, Sport e Palmeiras.

No Bahia, conseguiu grande destaque entre 2016 e 2018.

"Fiquei pouco tempo lá no Palmeiras, no São Paulo também fiquei pouco tempo. Mas jogar no Corinthians é diferente. Vestir a camisa é uma sensação que não tem como explicar", afirmou Régis.

LONGA INATIVIDADE
Antes de se firmar no Corinthians, Régis terá de superar um longo período de inatividade. Ele não conseguiu atuar na Arábia e voltou ao Brasil no mês de janeiro.

"Nesse tempo, eu só treinei e fiz amistosos. Voltei em janeiro para o Brasil e peguei um fisioterapeuta, um personal e um nutricionista nesse período em que fiquei parado. Chego bem, para ficar disponível o quanto antes."