Paulistão: Emerson e Vilson prometem ser elo entre a diretoria e o elenco do Corinthians

Vamos dividir essa função, ser um elo entre diretoria, comissão técnica e jogadores. E também ficar próximo da base"

por Agência Estado

São Paulo, SP, 08 - O ex-zagueiro Vilson e o ex-atacante Emerson Sheik deram nesta terça-feira a primeira entrevista coletiva em seus novos cargos no Corinthians. O primeiro se tornou gerente de futebol, e o outro, coordenador. Eles substituem Alessandro, que deixou o clube no final do ano passado.

Apesar de os cargos terem nomes diferentes, na prática, os dois farão a mesma coisa. "Vamos dividir essa função, ser um elo entre diretoria, comissão técnica e jogadores. E também ficar próximo da base, das nossas joias", explicou Emerson Sheik.

PLANEJAMENTO

A opção de colocar duas pessoas na função, que antes era ocupada por uma, se justifica pelo planejamento da atual temporada. O Corinthians espera montar uma equipe sub-23, um time de transição da base para o profissional. Os dois também observarão possíveis reforços e darão opinião nas contratações.

"A palavra final é sempre do presidente, mas participamos de absolutamente tudo. Opinamos sim, senão não era para estarmos aqui. As contratações também precisam, claro, da aprovação do treinador", comentou o ex-atacante. "Sempre assisti aos jogos, sempre acompanhei. Já tivemos reuniões. Falamos de alguns nomes, demos algum feedback. Estamos engajados nisso aí", complementou Vilson.

DESPEDIDA DOS GRAMADOS

Sheik, de 40 anos, se despediu dos gramados no fim do ano passado, com um jogo comemorativo na Arena Corinthians. Vilson, de 30 anos, também pendurou as chuteiras em dezembro, depois de enfrentar seguidas lesões e duas cirurgias no joelho em 2017 - passou a maior parte do ano passado no departamento médico e não entrou em campo pelo Corinthians.

A contusão fez Vilson pensar no futuro durante o ano passado. "A lesão começou a me atrapalhar em casa. Até que percebi que o joelho não podia tomar conta da minha cabeça. Quando vi que não conseguia mais ajudar dentro de campo, vi que precisava ajudar de alguma forma. Comecei a orientar os mais jovens, conversar com os mais velhos. Ia nos jogos", disse Vilson.

Alessandro estava há 11 anos no Corinthians, incluindo o período como jogador. O contrato dele terminou em dezembro e um dos possíveis destinos pode ser o Flamengo, time pelo qual atuou como jogador.

Emerson e Vilson prometem ser elo entre a diretoria e o elenco do Corinthians
Emerson e Vilson prometem ser elo entre a diretoria e o elenco do Corinthians
TREINO

O técnico Fábio Carille comandou na manhã desta terça-feira um treino técnico. Inicialmente, ele dividiu o elenco em dois e realizou trabalho em campo reduzido. Depois, fez uma atividade de ataque contra defesa. A única ausência em campo por problema físico foi o volante Gabriel, que ficou na academia.

Dos reforços, o volante Ramiro fez apenas trabalho de aquecimento e o atacante Mauro Boselli não apareceu no centro de treinamento. Ele viaja na noite desta terça-feira para o México. Lá, deverá se despedir oficialmente do León, clube em que atuou nos últimos cinco anos, e também cuidará da mudança para São Paulo.

PARTIDA CONTRA O SANTOS

O Corinthians fará nesta quinta-feira jogo-treino contra o Nacional, no CT Joaquim Grava. No domingo, às 17h30, jogará amistoso contra o Santos, em Itaquera. A estreia no Campeonato Paulista será no dia 20, contra o São Caetano, em casa.

 
 
" />