Sport limpa as mãos no 'Caso Juninho' e prevê disputa judicial contra Corinthians

O jogador havia acertado com o Timão, que cancelou a contratação na hora da assinatura de contrato

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 09 (AFI) - O Sport não aceitou de bom grado a decisão do Corinthians em desistir da contratação de Juninho Piauiense, após rejeição da torcida nas redes sociais. A diretoria do clube pernambucano não pensa em reintegrar o atleta e previu uma disputa judicial entre jogador e o Timão.

"Juninho rescindiu contrato com o Ceará porque recebeu proposta do Corinthians. Esse documento chegou por escrito pra gente, dizendo que o atleta iria para a base por empréstimo e, se o comportamento aprovasse, seria contratado em definitivo. Agora será um imbróglio jurídico entre o jogador e o Corinthians. O Sport não se envolve nessa questão porque o jogador saiu daqui em função de uma proposta oficial", disse Guilherme Beltrão, vice-presidente do Sport.

O advogado do atleta, Dr. Ernesto Cavalcanti, já afirmou que acionará o Corinthians por danos morais e pedirá indenização pelo ocorrido. Segundo ele, o que estão fazendo com Juninho não é humano e garantiu que seu 'protegido' não irá se tornar um bandido.

Em cima disso, o intuito seria Juninho voltar ao Ceará, time em que estava emprestado. No entanto, ele rescindiu com o Vozão, que também não pretende utilizá-lo mais nesta temporada. O time cearense tentava devolvê-lo ao Sport, antes de aparecer o interesse do Corinthians.

Juninho Piauiense não sabe qual será seu futuro no meio do futebol
Juninho Piauiense não sabe qual será seu futuro no meio do futebol

Juninho chegou a São Paulo nesta quinta-feira e descobriu sobre a desistência já nas instalações do Timão. O advogado declarou que ele está tranquilo com a situação, mas que segue querendo uma chance para retomar a carreira.

EXTRACAMPO
Em novembro de 2017, Juninho Piauiense foi indiciado por violência doméstica, injúria e ameaça de morte a uma ex-namorada. O processo está em andamento, mas o atacante pagou fiança e por isso responde em liberdade.

No início deste ano, o jogador se reapresentou 5kg acima do peso e foi afastado pelo então técnico Nelsinho Baptista após se recusar a viajar com a delegação para o Amapá, onde o Sport enfrentaria o Santos-AP, pela Copa do Brasil.

Fora dos planos, Juninho Piauiense foi emprestado ao Ceará até o final do ano, mas o atacante não se firmou e fez apenas cinco partidas - a última delas no dia 26 de junho, pelo Brasileirão. A diretoria alvinegra vinha tentando devolvê-lo ao Sport desde o início do mês.

 
 
" />