São Bento 0 x 1 Corinthians - É bom vencer, mas tem que melhorar!

Jô, no início do segundo tempo, marcou de pênalti o gol que garantiu a vitória para o Timão

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 04 (AFI) - Debaixo de muita desconfiança dos torcedores e sem Jadson - seu principal reforço e que ainda não foi inscrito -, o Corinthians estreou no Campeonato Paulista com o pé direito. Na tarde deste sábado, o Timão encontrou bastante dificuldades, mas conseguiu vencer o São Bento, por 1 a 0, no Estádio Walter Ribeiro. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Jô, de pênalti, no início do segundo tempo.

Com esses primeiros três pontos, o Corinthians assumiu a liderança do Grupo A, já que o Ituano apenas empatou diante do Santo André. Botafogo e São Bernardo entram em campo apenas no domingo. Enquanto isso, o São Bento está na lanterna do Grupo C, atrás de Novorizontino - ganhou do São Bernardo -, Santo André - empatou com Ituano - e Palmeiras - ainda não jogou.

NADA DE GOLS
O gramado do Walter Ribeiro tinha algumas poças d'água por conta da chuva que caiu durante todo o sábado em Sorocaba e isso complicava o toque de bola dos dois times. O Corinthians tinha um pouco mais de posse e se arriscava mais. No entanto, a primeira grande oportunidade foi criada pelo São Bento, aos 19.

Itaqui soltou a bomba em cobrança de falta e quase que o gramado molhado prejudica Cássio, que espalmou a bola para dentro da área. A sorte é que Pablo chegou antes do atacante e aliviou o perigo. Aos 23, o Corinthians respondeu em chute de Marlone pela linha de fundo. Depois foi a vez de Giovanni Augusto assustar em cabeçada.

O Bentão apostava nas jogadas aéreas e esboçava uma pressão no Timão, tanto que os torcedores passaram a fazer mais barulho nas arquibancadas do Walter Ribeiro. Aos 44, Jô recebeu dentro da área e tocou na saída de Rodrigo Vianna, mas Marcelo Cordeiro apareceu e mandou a bola para longe.
Com penalti
Com penalti "cavado", Corinthians bate o São Bento em Sorocaba. Foto: corinthians.com.br


TÁ NA REDE
Logo aos nove minutos, Jô invadiu a área e foi derrubado por Pitty. O árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio atacante, que deslocou Rodrigo Vianna, batendo no canto direito. Atrás do placar, o São Bento se lançou em busca do empate e só não deixou tudo igual porque Cássio tirou a bola de soco da cabeça de João Paulo.

Já o Corinthians tocava a bola esperando o tempo passar, não querendo dar bobeira para o São Bento. Aos 26, Bebeto escapou pela direita e cruzou rasteiro para Magrão, que por muito pouco não mandou para dentro de carrinho. Logo depois, o atacante soltou a bomba em cobrança de falta, mas a bola foi pela linha de fundo.

O atacante estreou bem e marcou o seu primeiro gol na competição. Foto: corinthians.com.br
O atacante estreou bem e marcou o seu primeiro gol na competição. Foto: corinthians.com.br

O Bentão assustava nos lances de bola aérea e dava espaços para o contra ataque corintiano. No entanto, o Corinthians conseguiu segurar a vitória e, apesar de não ter feito um bom jogo, somou seus primeiros três pontos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Corinthians volta a campo no próximo sábado, contra o Santo André, às 21 horas, na Arena Corinthians, em São Paulo, enquanto o São Bento enfrenta o São Bernardo no domingo, às 19h30, no Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo. Os jogos são válidos pela segunda rodada.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
1ª rodada
Data
04/02/2017
Horário
17h00
Local
Walter Ribeiro - Sorocaba (SP)
Árbitro
Raphael Claus

Renda
R$ 362.705,00.
Assistentes
Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Evandro de Melo Lima

Público
6.007 torcedores.
Cartões Amarelos
São Bento: Pitty
Corinthians: Balbuena, Gabriel

Gols
Corinthians: Jô 9' 2T
São Bento
Rodrigo Viana;
Régis (Renan Mota), Pitty, João Paulo e Marcelo Cordeiro;
Fábio Bahia, Itaqui, Morais e Giovanni (Clébson);
Bebeto e Ricardo Bueno (Magrão).
Técnico: Paulo Roberto Santos
Corinthians
Cássio;
Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés;
Gabriel, Giovanni Augusto (Marquinhos Gabriel), Fellipe Bastos (Camacho), Rodriguinho e Marlone;
Jô (Romero).
Técnico: Fábio Carille
 
 
" />