Corinthians tirou dinheiro do futebol para pagar juros da arena, diz Andrés

Depois de afirmar, no ano passado, que o clube não colocava dinheiro nas obras, ex-presidente admitiu o repasse

por Agência Estado

São Paulo, SP, 09 - O ex-presidente corintiano e deputado federal (PT-SP) Andrés Sanchez mudou seu discurso em relação ao repasse de verbas do departamento de futebol para pagar as parcelas dos juros de financiamento da Arena Corinthians com o BNDES. Depois de afirmar, no ano passado, que o clube não colocava dinheiro nas obras, Andrés admitiu o repasse, mas não revelou valores.

"Teve duas ou três vezes para pagar os juros. No ano passado", admitiu o deputado federal em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta segunda-feira.

De acordo com o contrato entre clube e a Caixa Econômica Federal, todo o dinheiro arrecadado com a venda de ingressos e propriedades do estádio, como os camarotes, por exemplo, vai diretamente para o fundo que administra as contas do estádio.

Corinthians tirou dinheiro do futebol para pagar juros da arena, diz Andrés
Corinthians tirou dinheiro do futebol para pagar juros da arena, diz Andrés
Em maio do ano passado, o Corinthians deixou de pagar as parcelas de R$ 5,7 milhões do acordo. A medida fazia parte da negociação para modificação dos termos do contrato com o banco estatal. Por outro lado, o clube teve de continuar depositando mensalmente os valores que se referem aos juros do empréstimo, na casa dos R$ 3 milhões por mês.

As parcelas foram "congeladas" para que as partes rediscutam os termos do contrato, que pode ser estendido em 17 meses. O Corinthians tenta alterar o acerto para ficar com uma parte do dinheiro. A estimativa é de que o preço final da Arena Corinthians seja de R$ 1,2 bilhão.

A crise financeira é o grande problema vivido pelo Corinthians desde 2015, mas o clube nunca havia admitido que precisava destinar recursos do futebol para pagar as juros da construção do estádio. No final do ano passado, houve um atraso de 20 dias no pagamento dos salários.

Em dezembro, funcionários reclamaram do não pagamento da segunda parcela do 13º salário. O clube alegou que houve um descompasso no fluxo de caixa. Hoje, a folha salarial do clube (entre funcionários e atletas) chega a R$ 12,5 milhões.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
  • Fábio Carille

    Técnico (Efetivado)

  • Fellipe Bastos

    Volante (ex-Al Ain-EAU)

  • Gabriel

    Volante (ex-Palmeiras)

  • Atacante (ex-Jiangsu Suning-CHI)

  • Kazim

    Atacante (ex-Coritiba)

  • Luidy

    Atacante (ex-CRB)

  • Pablo

    Zagueiro (ex-Bordeaux-FRA)

  • Paulo Roberto

    Volante (ex-Sport)

Corinthians-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Cássio, Walter e Douglas

  • Laterais

    Fagner, Moisés, Léo Príncipe e Guilherme Arana

  • Zagueiros

    Pedro Henrique, Vilson, Balbuena, Pablo e Yago

  • Volantes

    Cristian, Fellipe Bastos, Camacho, Paulo Roberto e Gabriel

  • Meias

    Danilo, Rodriguinho, Marlone, Guilherme, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel

  • Atacantes

    Romero, Jô, Kazim, Mendoza e Luidy

  • Técnico

    Fábio Carille