Corinthians pede e torcedores devem ficar longe do Pacaembu durante punição

Das principais organizadas, apenas a Camisa 12 irá até a Praça Charles Miller

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 26 (AFI) - Quem esperava que a torcida do Corinthians iria comparecer em grande número nas imediações do Pacaembu nos dias de jogos válidos pela Copa Libertadores se enganou. Depois da Conmebol confirmar a punição ao Timão de jogar com os portões fechados, devido a morte do jovem Kevin na partida contra o San José, na Bolívia, a diretoria alvinegra pediu para os torcedores se concentrarem em outros locais e é justamente isso que vai acontecer.

Na manhã desta terça-feira, quando a Conmebol recusou o recurso do Corinthians, uma nota oficial foi publicada no site do clube explicando que a diretoria tentou de todas as formas liberar a torcida no estádio e também prometeu ressarcir quem já havia adquirido os ingressos para os jogos da primeira fase. Atendendo o pedido, as torcidas organizadas Gaviões da Fiel, Pavilhão 9 e Estopim anunciaram que não irão comparecer ao Pacaembu e convocou os sócios a acompanharem os jogos em suas sedes.

Praça Charles Miller não deve receber bom público

Diferente das demais, a Camisa 12 garantiu que estará presente na praça Charles Miller, localizada em frente ao portão principal do Pacaembu, nesta quarta-feira, quando o Corinthians irá enfrentar o Millonarios-COL, às 22 horas, pela segunda rodada do 5 da Copa Libertadores. A expectativa é que pouco mais de mil pessoas compareçam ao local. No entanto, nenhum telão será colocado para transmitir a partida.

O Corinthians foi punido preventivamente pela Conmebol depois de um sinalizador atirado pela torcida corintiana ter acertado o boliviano Kevin Espada, de apenas 14, que veio a falecer na hora. Os jogos no Pacaembu será com os portões fechados e os torcedores também serão proibidos de irem aos jogos como visitantes. A pena tem duração de dois meses e o julgamento final ainda não tem data para ocorrer.

Além de não contar com o apoio de seus torcedores, o Corinthians também irá sofrer um grande prejuízo financeiro, já que quase 85 mil ingressos haviam sido vendidos de forma antecipada para os três jogos em casa válidos pela fase de grupos da Libertadores, contra Millonarios, Tijuana-MEX e San José-BOL. A expectativa é que o prejuízo gire em torno de aproximadante R$ 20 milhões, considerando que o clube chegasse até a decisão.

Confira a nota oficial do Corinthians

A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, no intuito de defender os direitos dos torcedores, principalmente daqueles que já adquiriram os ingressos de forma antecipada, tentou todos os recursos jurídicos para reformar a medida cautelar imposta ao clube pela Conmebol na última quinta-feira.

Como o pedido de reforma foi negado, o Corinthians acata a decisão da entidade sul-americana e mandará as partidas da Copa Libertadores com os portões fechados até o julgamento, que deverá ocorrer no prazo de 60 dias.

Os torcedores que adquiriram ingressos poderão usar os valores como crédito no programa Fiel Torcedor ou pedir o ressarcimento do dinheiro. No entanto, como o volume de recursos e número de torcedores afetados é muito grande, nem todos poderão ser atendidos nas primeiras horas. Por isso contamos com a paciência dos afetados pelos cancelamentos.

Por fim, pedimos ao torcedor que evite ir às imediações do estádio do Pacaembu durante o período em que a punição valer. Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação.