Corinthians x Chelsea-ING - Final equilibrada e marcada por estratégias!

Acompanhe o resultado do confronto no melhor Placar Ao Vivo da web

por Tomaz Mantovani

Campinas, SP, 15 (AFI) – Corinthians e Chelsea chegaram a final do Mundial de Clubes da Fifa sob desconfiança, mas querendo o título para encerrar o ano de 2012 com chave de ouro. O confronto, marcado para as 8h30 (horário de Brasília), no Estádio de Yokohama, no Japão, é cercado de equilíbrio e estratégia dentro de campo. O Placar Ao Vivo do Futebol Interior acompanhará o resultado.

O Corinthians se prepara para o Mundial desde quando foi campeão da Libertadores. Usou o Brasileirão para descansar seus principais jogadores, como também estudar táticas que poderiam ser alternativas no torneio em território asiático. Para chegar a final, o Timão sofreu e não fez uma boa partida, mas venceu o Al Ahly, por 1 a 0. Gol marcado por Guerreiro, após cruzamento de Douglas.

Já o Chelsea, em crise com o técnico Rafa Benitez, passou pela desconfiança e não teve trabalho para vencer o Monterrey, por 3 a 1. Com atuações destacadas dos meias Hazard e Juan Mata, o time inglês envolveu os mexicanos com jogadas de velocidade e abriu 3 a 0 com certa facilidade. Assim, a equipe até se poupou após abrir a larga vantagem no começo do segundo tempo e só teve a sua defesa vazada nos instantes finais do duelo.

A diferença técnica pode existir, mas o Corinthians joga com um histórico animado de clubes brasileiros contra ingleses. Em quatro confrontos, são três vitórias e apenas uma derrota. O único revés foi do Palmeiras, que perdeu para o Manchester United, em 99, por 1 a 0. Em compensação, Flamengo e São Paulo venceram o Liverpool em 81 e 2005, respectivamente, e o Vasco bateu o United, por 3 a 1, em 2000.

Tite muda o Corinthians
O técnico Tite confirmou neste sábado a realização de uma mudança no time do Corinthians, que vai jogar a final do Mundial de Clubes neste domingo contra o Chelsea, às 8h30 (horário de Brasília). O meia Douglas está fora, e o atacante Jorge Henrique será o titular na decisão em Yokohama.

"Está confirmado, sim, também já projetei a equipe. A entrada do Jorge Henrique, é mais um jogador de velocidade, com o Danilo trabalhando por dentro. Sai o Douglas", afirmou o treinador em entrevista coletiva neste sábado.

"A primeira pessoa que soube foi o Douglas. Coloquei a ele que queria uma opção de mais velocidade, ele entendeu, e eu disse a ele: se prepara, porque se eu reconsiderar isso dentro do campo, vou te colocar para jogar. Claro que ele ficou sentido, mas o grupo está acima do individual."

Com a entrada de Jorge Henrique, o Corinthians perde um armador, mas ganha velocidade com a entrada de um atacante. Além disso, deverá ter mais poder de marcação, uma das principais características de Jorge Henrique.

O sentimento de estar em campo
"Eu não esperava, o Douglas vinha bem, foi titular no Brasileiro, confesso que estou surpreso", afirmou neste sábado Jorge Henrique, que foi titular pela última vez na vitória por 5 a 1 sobre o Coritiba, no dia 10 de novembro, pelo Campeonato Brasileiro. "Vinha trabalhando para buscar meu espaço, estou bem para ajudar meus companheiros e fazer uma grande partida", prometeu.

Jorge Henrique deverá ter função tática importante no duelo com o Chelsea. O atacante explicou que Tite pediu para ele ajudar o lateral Alessandro na marcação pelo lado direito da defesa, como fez com êxito nas semifinais da Libertadores, contra o Santos.

Apesar disso, Jorge Henrique garantiu que também vai se lançar ao ataque e será agressivo no setor ofensivo. "A hora que eu tiver de marcar, vou marcar e ajudar a equipe, mas quando precisar vou ajudar meus companheiros de frente", afirmou.

Chelsea sabe das dificuldades
O técnico Rafa Benítez avaliou que superar a defesa do Corinthians será um desafio complicado para o Chelsea na decisão do Mundial de Clubes. Para o espanhol, o time inglês não terá muitas chances de gol na final.

"O Corinthians é muito defensivo, será difícil criar oportunidades e a partida vai ser muito difícil", declarou Benítez, que evitou apontar quais são as deficiências que encontrou ao analisar o adversário de domingo. "É difícil encontrar defeitos, mas vamos falar sobre como eles são bons depois do jogo de amanhã", comentou.

Benítez também apontou os jogadores que considera os principais destaques do Corinthians. "Eles têm vários bons jogadores, não apenas Paulinho, como Emerson, eu gosto de Cássio, o goleiro. Eles são uma equipe que é compacta e têm jogadores que podem fazer a diferença, por isso espero que possamos mantê-los quietos", disse.

O treinador garantiu que não está preocupado com a influência que o resultadoda decisão do Mundial de Clubes possa ter no seu futuro no Chelsea. Benítez substituiu Roberto di Matteo, que foi demitido do comando do clube, mas não foi bem recebido pelos torcedores da equipe londrina.

"Preparar a equipe corretamente é a minha primeira tarefa", disse Benítez. "Eu não estou pensando sobre o que vai acontecer no futuro. Eu estou preocupado com o amanhã. Nós devemos jogar primeiro o jogo, então poderemos pensar em outras coisas".

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
16/12/2012
Horário
08h30
Local
Yokohama Estadium, em - Yokohama (Japão) (SP)
Árbitro
Cuneyt Cakir (Turquia)

Assistentes
Bahattin Duran (Turquia) e Tarik Ongun (Turquia)

Público
68.275 torcedores
Corinthians-BRA
Cássio;
Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos;
Ralf, Paulinho e Danilo;
Emerson (Wallace), Guerrero (Juan Martinez) e Jorge Henrique.
Técnico: Tite
Chelsea -ING
Petr Cech;
Ivanovic (Azpilicueta), Cahill, David Luiz e Ashley Cole;
Ramires, Lampard, Hazard (Marin) e Juan Mata e Moses (Oscar);
Fernando Torres.
Técnico: Rafa Benitez