Botafogo-PB 2 x 1 Náutico - Em jogo dramático, Belo marca no fim vai à final

Herói da noite, Juninho marcou aos 45 e garantiu classificação alvinegra

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 9 (AFI) - Por volta das 21h desta quinta-feira, a Copa do Nordeste conheceu o seu primeiro finalista. Jogando no Estádio Almeidão, em João Pessoa, o Botafogo sofreu, mas venceu por 2 a 1 e eliminou o Náutico. Agora, o Xerife aguarda o vencedor do duelo entre Fortaleza e Santa Cruz na decisão.

Evaristo Piza
Evaristo Piza
O técnico paulista Evaristo Piza elogiou a intensidade de seus jogadores, que nunca desistiram de buscar a vitória e a também o apoio da torcida.

"Foi muita emoção, porque nosso time deu o máximo e a torcida jogou junto. Este é um dos fatores pelo qual estamos na final" - comentou, emocionando, o técnico do Belo, como é chamado o time paraibano.

MOVIMENTADO
O embate começou quente no Almeidão. No primeiro lance do jogo, Nando acertou a trave alvirrubra, mas falta já havia sido marcada.

Na sequência, Fábio Alves chutou e obrigou defesa de Bruno. Aos seis, foi a vez de Camutanga, em cima da linha, salvar o gol de Juninho. A resposta do Náutico veio em seguida. Wallace Pernambucano chutou com perigo.

Aos doze, nova chance de perigo do Belo. Marcos Aurélio cobrou falta no travessão. Na sequência, o Timbu deu dois sustos. Wallace Pernambucano, por duas vezes, perdeu chances claras.

Na primeira, ele furou na pequena área. Na segunda, Saulo fez grande defesa. Com os espaços, o jogo de se tornou equilibrado e aberto. A tônica foi esta até o intervalo, sem gols.

GOL E REAÇÃO RÁPIDA

O segundo tempo começou ainda mais movimentado em relação ao primeiro. Assim, os gols saíram. E vieram em falhas dos goleiros. Aos 10 minutos, o Belo abriu o placar. Aproveitando falha do goleiro Bruno, Nando mandou para as redes.

Botafogo vence o Náutico e vai à final da Copa do Nordeste (Foto: Paulo Cavalcanti/Divulgação/Botafogo-PB) - Paulo Cavalcanti/Divulgação/Botafogo-PB
Botafogo vence o Náutico e vai à final da Copa do Nordeste (Foto: Paulo Cavalcanti/Divulgação/Botafogo-PB)

Cinco minutos depois, veio a resposta. Tarcísio Martins, que tinha acabado de entrar, chutou cruzado. Em uma bola fácil, Saulo até tocou nela, mas sem força para espalmar. A bola morreu mansamente nas redes, decretando o 1 a 1.

DRAMA E PÊNALTI PERDIDO

Com o gol sofrido, o Xerife Paraibano se lançou ao ataque. E, aos 23 minutos, veio a grande chance do desempate. Após trama próxima a área, Rafael Ribeiro derrubrou Enercino na área. Pênalti. Na cobrança, aos 24, Bruno se esticou todo e fez grande defesa.

CONFIRA ABAIXO O COMPACTO DO JOGO PELA FOX SPORTS !

O pênalti perdido não diminuiu o ímpeto do Alvinegro Pessoense. Com o apoio da torcida, os mandantes seguiram encurralando o Alvirrubro em seu campo defensivo.

Bruno, em alguns momentos, voltou a fazer boas intervenções.

GOL E ALÍVIO

Partindo para cima, o Belo finalmente encontrou o seu gol. No fim do jogo, aos 45 minutos, acabou recompensado.

Após falta cobrada por Clayton na entrada da área, a zaga do Náutico falhou. Juninho, baixinho, não teve nada a ver com isso. Só, ele cabeceou e ainda contou com a ajuda do goleiro Bruno para garantir o Belo na decisão.

FINAL

Com a vitória diante do Náutico, o Botafogo garantiu o jogo de volta da final em João Pessoa. O Belo já tinha a melhor campanha do Nordestão desde a fase de grupos. Com as vitórias diante de CSA e Náutico no mata-mata, a volta no Almeidão foi confirmada. Agora, o Belo aguarda seu adversário e as datas dos confrontos.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
1ª rodada
Data
09/05/2019
Horário
19h00
Local
Almeidão - João Pessoa (PB)
Árbitro
Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Renda
R$ 180.605,00
Assistentes
Jean Marcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima (ambos RN)

Público
8.462 torcedores
Cartões Amarelos
Botafogo-PB: Fábio Alves, Rogério, Marcos Aurélio, Nando, Enercino
Náutico-PE: Jorge Jiménez, Bruno, Luiz Henrique

Gols
Botafogo-PB: Nando 10' 2T, Juninho 45' 2T
Náutico-PE: Tarcísio Martins 15' 2T
Botafogo-PB
Saulo;
Fábio Alves, Lula, Donato e Israel;
Rogério, Marcos Vinícius (Dico), Juninho e Marcos Aurélio (Enercino);
Clayton Rosas e Nando (Paulo Renê)
Técnico: Evaristo Piza
Náutico-PE
Bruno;
Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Assis (André Krobel);
Jorge Jiménez, Luiz Henrique, Wagninho e Lucas Paraíba (Tarcísio Martins);
Wallace Pernambucano e Odilávio (Rafael Oliveira)
Técnico: Márcio Goiano