Ex-lateral Philipp Lahm e modelo russa vão levar troféu até a final da Copa

O ex-lateral alemão levantou o troféu em 2014, quando a Alemanha conquistou a Copa no Brasil

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

São Paulo, SP, 12 - A cobiçada taça da Copa do Mundo será apresentada na final de domingo pelo ex-lateral Philipp Lahm, capitão da seleção da Alemanha na conquista do título no Mundial de 2014, e pela modelo russa Natalia Vodianova. A dupla vai levar a taça até a beira do gramado, onde ficará até o fim da partida decisiva, entre Croácia e França, no Luzhniki Stadium, em Moscou.

A taça será carregada dentro de uma mala especial, desenhada pela Louis Vuitton. Lahm, então, colocará o cobiçado objeto sobre um totem onde ficará durante toda a partida, até a definição do novo campeão mundial. Somente o alemão poderá colocar a taça no local por ser um campeão do mundo.

Lahm teve o privilégio de levantar a taça há quatro anos, no Maracanã, na final em que a Alemanha ganhou da Argentina por 1 a 0, na prorrogação. Ele era o capitão da equipe. Logo depois, anunciou a aposentadoria da seleção. No ano passado, deixou também o Bayern de Munique ao pendurar as chuteiras.

Ex-lateral Philipp Lahm e modelo russa vão levar troféu até a final da Copa
Ex-lateral Philipp Lahm e modelo russa vão levar troféu até a final da Copa

Natalia Vodianova, a modelo russa, é também ativista e filantropa, segundo a Fifa. Ela já havia participado da cerimônia de abertura da Copa, no mesmo estádio, ao ajudar o goleiro Iker Casillas, capitão da conquista da Espanha no Mundial de 2010, a levar a taça até o gramado, no dia 14 de junho.

Objeto mais cobiçado no mundo do futebol, a taça da Copa do Mundo tem 36 centímetros de altura, pesa 6,175kg e é feito de ouro maciço de 18 quilates com uma base de malaquita, pedra semipreciosa que ajuda a adornar o objeto.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />