Hernández ressalta confiança na França: 'Cada um de nós pensa em ser campeão'

Após passar pelo Uruguai, a equipe francesa enfrenta a Bélgica na semifinal

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

Campinas, SP, 07 (AFI) - O lateral-esquerdo Lucas Hernández relatou a confiança que os jogadores da seleção francesa têm em vencer a Copa do Mundo. A equipe treinada pelo técnico Didier Deschamps já está na semifinal do torneio e agora vai enfrentar a Bélgica, às 15 horas (de Brasília) da próxima terça-feira, em São Petersburgo.

"Creio que a nossa equipe vem muito forte desde as oitavas de final, tanto no aspecto físico quanto no mental. Cada um de nós pensa em ser campeão do mundo. Atravessamos um bom momento", afirmou o defensor em coletiva de imprensa concedida neste sábado, em Istra.

Hernández foi elogioso ao analisar o próximo adversário. "Não vai ser fácil. A Bélgica tem uma seleção muito boa e isso nos obrigará a ficar atentos. São capazes de chegar ao ataque de uma forma muito rápida. Mas também não será fácil para eles", ponderou o jogador do Atlético de Madrid. Sobre o francês Thierry Henry, auxiliar da comissão técnica belga, o defensor brincou: "Acredito que ele também ficará contente se nós vencermos".

Aos 22 anos, o lateral disse que para ele era "inimaginável" prever que representaria a França na semifinal dessa Copa, uma vez que foi convocado pela primeira vez já em 2018, e foi realista ao comentar sobre essa oportunidade. "Devo aproveitar porque é possível que não se repita", afirmou.

Hernández admitiu que o começo da seleção francesa no Mundial não foi dos melhores, mas a equipe conseguiu crescer no torneio. "Não estreamos da melhor maneira, mas sabíamos que iríamos evoluir. Viu-se um time forte nos jogos eliminatórios. (Lionel) Messi nem sequer tocou na bola", disse o lateral sobre o jogador argentino, eliminado pela França nas oitavas de final. "Na próxima fase, a gente vai estar tão bem ou melhor", prometeu.

O francês minimizou a partida apagada de Kylian Mbappé contra o Uruguai, na vitória da França por 2 a 0, pelas quartas de final da Copa, nesta sexta-feira, em Nijni Novgorod. "Não acho que ele esteja intimidado com a marcação. Ele é muito importante e, se tiver problemas, estaremos com ele, como foi na última partida", afirmou Hernández.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />