Dier diz que Inglaterra ainda não alcançou o sucesso na Copa: 'Queremos mais'

"Estamos com fome por mais, queremos mais. Esperamos conseguir isso na quarta-feira", disse o defensor

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

São Paulo, SP, 09 - A consistente campanha que levou a Inglaterra à semifinal da Copa do Mundo da Rússia, onde voltou a atingir esta fase da competição após 28 anos, fez os torcedores ingleses esquecerem os fracassos seguidos em Mundiais e Eurocopas. Para o volante Eric Dier, porém, o desempenho alcançado até aqui ainda não pode ser considerado plenamente bem-sucedido.

O jogador disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira que os ingleses estão "com fome" e entendem que podem vencer a Croácia nesta quarta-feira, às 15 horas (de Brasília), no estádio Luzhniki, em Moscou, e chegar à final do Mundial depois de 52 anos - a seleção foi campeã do mundo em 1966, atuando em casa.

"Não acho que tivemos sucesso ainda. Sucesso é difícil de definir, mas na minha visão e de todo mundo não é isso ainda. Estamos com fome por mais, queremos mais. Esperamos conseguir isso na quarta-feira. Estamos focados como nunca. Não houve queixas, e não falamos sobre outro assunto que não tenha sido o jogo contra a Croácia", afirmou o jogador do Tottenham. "É fantástico fazer parte disso. Estamos realmente felizes onde estamos, mas estamos muito focados na quarta-feira porque acreditamos que podemos continuar esta grande jornada", acrescentou.

Dier diz que Inglaterra ainda não alcançou o sucesso na Copa: 'Queremos mais'
Dier diz que Inglaterra ainda não alcançou o sucesso na Copa: 'Queremos mais'

Dier considerou que a gota d'água para a Inglaterra começar a reviravolta em busca de uma campanha melhor neste Mundial foi a eliminação para a Islândia nas oitavas de final da última Eurocopa, em 2016. Os seguidos fiascos, segundo o atleta, fizeram com que a equipe aprendesse com os erros e começasse a evoluir em alguns aspectos.

"Depois do jogo contra a Islândia, sabíamos que as coisas precisavam mudar", reconheceu. "Houve muitas mudanças desde aquele momento. Não poderíamos deixar que isso acontecesse novamente. Colocamos tudo no lugar, aprendemos com os erros, o que é o mais importante. Nós fizemos as coisas certas. Vimos a maneira como o país ficou para trás e a felicidade que estamos dando", completou o jogador.

Em campo, as principais virtudes dos ingleses são o sistema defensivo sólido, as jogadas aéreas ofensivas e a letalidade do artilheiro Harry Kane. Fora dele, Dier disse que a união do grupo e a falta de vaidade, que garante a boa performance coletiva do time, são essenciais para a trajetória de sucesso da equipe até aqui.

"Não temos egos. A gente coloca de lado qualquer interesse pessoal, para ser bem-sucedido como uma seleção. Todos estão lutando para ajudar o outro, se apoiando nos treinos. A atitude é fantástica, a mentalidade que temos", finalizou.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />